Olhar Direto

Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Após seis anos sob o comando de Nilson Leitão, PSDB triplica de tamanho em MT

Da Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

10 Nov 2017 - 11:01

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Nilson Leitão participou da costura para ingresso do governador Pedro Taques no PSDB

Nilson Leitão participou da costura para ingresso do governador Pedro Taques no PSDB

Quando assumiu o comando do Diretório Regional do PSDB, em abril de 2011, o deputado federal Nilson Leitão era obrigado a ouvir as provocações dos adversários, em tom jocoso, de que o ‘todo o ninho tucano’ cabia numa Kombi – perua VW de 12 lugares, famosa nas décadas de 1960 até 1980. O PSDB possuía três prefeitos, 83 vereadores e um deputado estadual, e não era sequer sombra da grandeza que viveu na gestão do governador Dante Martins de Oliveira (in memorian), 1995-2002.
 
O PSDB vinha de sua terceira derrota consecutiva para o governo de Mato Grosso (2002, 2006 e 2010). A última teve o atual secretário de Estado das Cidades, deputado Wilson Santos, como candidato ao governo, com Antero Paes de Barros na briga pelo Senado. Ao final do pleito, numa campanha quase franciscana por conta da escassez de recursos, Wilson e Antero ficaram em terceiro lugar, desempenho considerado razoável, por causa das circunstâncias.
 
Pouco mais de seis anos depois da posse, estando Nilson Leitão pronto para deixar a presidência, o PSDB  escolhe novo diretório, nesta sexta-feira (10), a partir das 18 horas, em sua sede, no bairro Santa Rosa – região oeste de Cuiabá.
 
O partido de Fernando Henrique Cardoso está novamente entre os gigantes do Estado e voltou a comandar o governo de Mato Grosso, com o governador José Pedro Taques. “Não tem segredo algum. Aqui é trabalho! Sem dúvida, fruto de muito diálogo e muito trabalho”, argumentou Leitão, para a reportagem do Olhar Direto, ao confirmar que passa o comando para outro.
 
“Creio que dei a minha parcela de contribuição da melhor forma possível. E, certamente, onde estiver, continuarei ajudando. Mas como presidente não posso mais, porque é enorme a exigência de dedicação e compromissos partidários”, ponderou ele, para justificar sua saída, para construir a pré-candidatura ao Senado da República, em 2018.
 
Os números conspiram a favor de Nilson Leitão. O PSDB possuía três prefeitos e, em 2016, conquistou 39 municípios. Eram 83 vereadores, hoje são 190.  E mais: em 2011  tinha somente o deputado estadual Guilherme Maluf, enquanto hoje são quatro – Wilson Santos, Saturnino Masson, Jajah Neves e o próprio Maluf. Os tucanos saltaram de 11.348 filiados para 38.296, tendo projeção de ultrapassar 40 mil até o primeiro semestre do próximo ano.
 
Números da gestão de Nilson Leitão no PSDB de abril de 2011 até novembro de 2017

Prefeitos do PSDB
2011 – 03
2017 – 39
 
Vereadores
2011 – 83
2017 – 190
 
Deputados Estaduais
2011- 01
2017 – 04
 
Total de filiados em 2011 em Mato Grosso – 11.248  
Total de filiados até 2017 em Mato Grosso – 38.296

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Chacal
    10 Nov 2017 às 16:17

    Esse crescimento, não tem nenhum envolvimento do Leitão, pelo contrário.

Sitevip Internet