Olhar Direto

Sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Secretário afirma que BRT funcionaria em Cuiabá e diz que já conversou com prefeito sobre implantação

Da Redação - Wesley Santiago

12 Nov 2017 - 16:50

Foto: Reprodução/Ilustração

Secretário afirma que BRT funcionaria em Cuiabá e diz que já conversou com prefeito sobre implantação
O secretário de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, disse em entrevista ao Olhar Direto que o Bus Rapid Transit (BRT) funcionaria perfeitamente em Cuiabá. Além disto, ele revelou já ter conversado com o prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) sobre o assunto, já que a cidade possui alguns corredores feitos, em decorrência do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que poderiam ser aproveitados: “O que não pode é ficar a cidade rasgada como está”.

Leia mais:
Taques recorda que "apanhou" por ser contra troca do BRT e agora só terminará VLT com ‘preço justo’
 
“Eu já conversei com o prefeito sobre uma possível implantação do BRT em Cuiabá. Acredito que funcionaria muito bem aqui. Temos um trecho do aeroporto até o Atacadão livre, pronto, um corredor pronto. Que se faça o estudo e veja as possibilidades.  O que não podemos mais aceitar é que a cidade fique rasgada”, disse o secretário.
 
Antenor ainda lembrou que “na avenida Tenente Coronel Duarte me tiraram duas faixas de rolamento. Uma de um lado, outra de outro. Ai que começa o gargalo no trânsito. Cuiabá e Várzea Grande somadas dão 700 mil veículos. Em vez de aumentar a malha viária, diminuímos. Por isso que digo que a tecnologia também é importante para melhorarmos o trânsito”.
 
Vale lembrar que Cuiabá quase teve o BRT implantando. Quando foi anunciada como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, a capital mato-grossense tinha nos planos a construção do modal. Porém, após um looby político, decidiu-se por mudar para o VLT. À época, a estimativa de investimento era de quase R$ 500 milhões.
 
Na audiência pública que sacramentou a decisão de mudar o modal, realizada em setembro de 2011, foi apresentada a estimativa de custo de R$ 700 milhões para implantar o VLT. Em maio de 2012, o VLT foi licitado por R$ 1,477 bilhão.
 
A ideia era de que o BRT ajudasse a dar agilidade nos deslocamentos do transporte coletivo local em parceria com o VLT, que teria a função de ligar os pontos mais distantes da grande Cuiabá – do Aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande (região metropolitana da capital) até a região do CPA e do centro da capital até a região do Coxipó.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • fernando
    13 Nov 2017 às 10:01

    O CORRETO SERIA O BRT...MAS NÃO LUCRARIA TANTO QUANTO O VLT...NÃO É MESMO?

  • ZE DA CULTURA
    13 Nov 2017 às 08:07

    SEU ANTENOR, O SENHOR TÁ BRINCANDO JOGAR MAIS DE 1 BILHÃO FORA NÃO TÁ?

  • adelino bissoni
    13 Nov 2017 às 07:25

    A cidade de Curitiba tem projetos para VLT mato grosso poderia veder esse que nao esta conseguindo viabilizar e instalar o BRT pojeto original muito mais barato e muito eficiente.

  • Edmilson Rosa
    12 Nov 2017 às 23:43

    Aí sim será o fim do Emanoel Pinheiro e do Pedrinho taques. Ambos mostraram incompetência.

  • Marcel
    12 Nov 2017 às 22:34

    Kkkkkk, secretário infelizmente para o prefeito, se ele concordar com o Brt ele coloca a corda no pescoço e pula do banquinho. Isso porque foi um dos deputados que votou pelo VLT ao invés do BRT apesar dos inúmeros estudos apresentados na época apontando o BRT ao invés do VLT. Além disso ainda atuou como fiscal da obra!

  • Gastão
    12 Nov 2017 às 22:19

    Kkkkk mais um humorista.....

  • Contribuinte
    12 Nov 2017 às 21:37

    Não conseguem nem mesmo fazer uma licitação para o transporte público e querem falar em BRT?

  • Adalberto Ferreira da Silva
    12 Nov 2017 às 19:23

    Ideia de girico. Com custo estimado em R$ 700 milhões, o BRT custaria apenas R$ 200 milhões a menos do que o VLT, que é um modal de transporte muito mais moderno e confortável. Por causa de ter montado sua equipe de governo com pessoas desse quilate a administração de Emanuel Pinheiro não decolou, nem vai decolar.

  • olhovivo
    12 Nov 2017 às 18:05

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Josue
    12 Nov 2017 às 17:55

    Pra vc ver como esse secretario é AMADOR... propor BRT do aeroporto ate o atacadao?!... pelo amor de Deus Antenor... vai procurar o que fazer! Isso que é perder tempo gastando dinheiro do povo!

Sitevip Internet