Olhar Direto

Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Governo paga 88% dos servidores nesta sexta; faltam R$ 112 milhões para quitar folha

Da Redação - Patrícia Neves

10 Nov 2017 - 15:43

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Governo paga 88% dos servidores nesta sexta; faltam R$ 112 milhões para quitar folha
O Governo de Mato Grosso irá quitar o salário de 88% dos servidores estaduais nesta sexta-feira, 10. Serão pagos os que recebem até R$ 5 mil líquidos. No total, estão sendo empregados R$ 334,6 milhões no pagamento da folha do funcionalismo, sendo R$ 156 milhões para os servidores aposentados e pensionistas (já em conta), R$ 105,3 milhões da Secretaria de Educação e outros R$ 73,3 milhões dos servidores das demais secretarias.

 A expectativa do Governo é conseguir saldar 100% da folha com receitas previstas para os próximos dias. Para concluir a folha, ainda são necessários R$ 112 milhões.

Conforme o Governo, os valores estarão disponíveis nas contas do servidores no Banco do Brasil a partir das 20h desta sexta, exceto para aposentados e pensionistas, cujos valores já estão creditados desde o início da manhã.

Leia Mais:
Casa Civil confirma escalonamento de salário e só quem recebe até R$ 5 mil será pago nesta sexta-feira

Ainda segundo o Estado, o Governo, por meio das Secretarias de Gestão e Fazenda, comunicou a agenda de pagamentos aos representantes do Fórum Sindical dos servidores durante reunião na Seges, às 14h.

A medida foi provocada pela frustração receita do Estado acumulada no ano de 2017, até o mês de outubro, em função da crise econômica que afeta o país.

Do total de 103 mil servidores do Estado, 91,179 recebem seus salários nesta sexta, o que corresponde a 88% do funcionalismo. Já os 12% restantes totalizam 12.357 servidores. Além dos aposentados e pensionistas, 100% dos servidores da Seduc também recebem seus salários integralmente nesta sexta, uma vez que a educação possui recursos do Fundeb, que ajudaram a completar a folha da pasta.

De acordo com o governador em exercício, Carlos Fávaro, “o servidor é prioridade do Governo, e a orientação dada à equipe econômica é para concluir o pagamento da folha na medida em que for entrando recursos da nossa arrecadação, se possível, antes do dia 22”.
Sitevip Internet