Olhar Direto

Domingo, 19 de novembro de 2017

Notícias / Política MT

Em extrema dificuldade, Emanuel dá prazo para que pacientes de cidades do interior deixem PSMC

Da Reportagem Local - Carlos Gustavo Dorileo / Da Redação - Érika Oliveira

10 Nov 2017 - 17:15

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Em extrema dificuldade, Emanuel dá prazo para que pacientes de cidades do interior deixem PSMC
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), anunciou na tarde desta sexta-feira (10) que os pacientes de cidades do interior do Estado que estiverem internados no Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC) vão redirecionados a seus respectivos municípios nas próximas 24h. A medida foi adotada por meio de decreto, em função da superlotação e falta de capacidade da unidade em continuar atendendo, devido os atrasos nos repasses do Governo do Estado.

Leia mais:
Pronto-Socorro opera com 182 pacientes acima da capacidade e deputado cobra repasse

“Cuiabá está sozinha segurando a saúde de Mato Grosso. Vamos dar um prazo de 24h, vai ser feito um levantamento destes pacientes, já vimos que cerca de 60% são do interior do Estado e até de outros Estados. Vamos fazer um levantamento do quadro clinico desses pacientes, o que não for caso de urgência e emergência, serão direcionados para o seu município de origem”, declarou o prefeito, em uma coletiva de imprensa.

O decreto nº 4.605, que instituiu ainda a criação de um Comitê de Crise, determinou também que parte dos pacientes sejam encaminhados para o Hospital São Benedito e para os hospitais que atendem por meio da rede de filantropia na Capital. Além disso, a partir desta sexta-feira, o Pronto-Socorro passa a receber pacientes somente em casos de urgência e emergência.

“Os atendimentos das cirurgias eletivas estão suspensos, por absoluta falta de condições e por superlotação. Também vamos determinar que se promova o atendimento exclusivo de pacientes oriundos do Pronto-Socorro de Cuiabá no Hospital São Benedito e também nos hospitais contratualizados, as chamas instituições filantrópicas”, esclareceu Pinheiro.

Conforme adiantou o Olhar Direto, um levantamento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, revelou que o Pronto-Socorro de Cuiabá atende, neste momento, com 182 pacientes a mais do que a sua capacidade de internação. E, conforme o decreto apresentado pelo prefeito nesta sexta-feira, os repasses em atraso do Governo do Estado para com a Prefeitura da Capital já ultrapassam R$ 52 milhões.

“Nós vamos assumir a gestão e destinar R$ 2 milhões emergenciais, mais R$ 3 milhões ao longo do mês. Mais R$ 5 milhões em dezembro, como verba adicional. Eu não posso ficar olhando a marola virar uma onda e engolir Cuiabá, a Capital não está suportando mais.”, pontuou Emanuel. 

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • celina
    12 Nov 2017 às 15:33

    Não votei em você prefeito incompetente, não se pode recusar atendimento, advogado de araque..vai estudar a constituição antes de falar besteira. .e que essa porcaria de Ministério público faça alguma coisa que realmente ajude o povo. acorda mp faça à sua função! !

  • Toupeira Eleitora
    11 Nov 2017 às 13:50

    Ué, mas o Manel dos Bolso não tinha dado seis milhões para a câmara de vereadores dizendo que era excesso de arrecadação? Excesso que não tinha mais nada a fazer com ele, só dar para a câmara?

  • araponga
    11 Nov 2017 às 09:17

    Se falaram muito no novo Pronto Socorro no Estado.. só promessas, e cada um só se preocupou com o próprio umbigo, e ainda disseram que seria entregue em Julho de 2017 só enrolação.

  • Kamila
    10 Nov 2017 às 22:49

    Sr Prefeito e a Secretária estão fora da “casinha”. Um dos príncipios do SUS é a UNIVERSALIDADE o paciente pode ser do capeta tem que atender. Quando teve essa palhaçada a copa do mundo, o SUS foi referência e contra referência para os visitantes ( chilenos, colombianos), e na maioria era pra curar ressaka e curativos de bebados. Agora para tratar da saúde do povo sofredor vem com essa história. Quer solução? Pra que mandar dinheiro ( duodêcimo) pra casa do terror, ops, Camara Municipal? O serviços dos vereadores não aumenta, a quantidade de servidores nao aumenta, nao tem nemhum tipo de contra prestacao de servicos para a populacao. Quer ver um dinheiro sendo usado para o povo? Destina esse recurso para atendef a finalidade do povo. Cidadã cansada dessas atitudes politiqueiras sem um pingo de consciência e eficiência. O que ainda falta para os políticos compreenderem que a população está saturada com toda essa encenação?

  • Roberto Shinyashiki
    10 Nov 2017 às 22:05

    Isso porque é constitucionalista... sabe muito hahahaha.. pra vc ver o nível do profexô.. que cara sem noção..

  • por justiça
    10 Nov 2017 às 21:52

    agora falta com a farra do dinheiro publico que eeles fezeram os deputados agora esta vendo na saude.....

  • ARAQUETO porto
    10 Nov 2017 às 21:18

    http://www.diariodecuiaba.com.br/detalhe.php?cod=509697 veja a MINISTRA DODGE chama o CONSELHEIRO TCE de QUADRILHEIRO a integra da MATÉRIA está no SITE ACIMA

  • paulo escorpião
    10 Nov 2017 às 20:11

    esse governo do pedro taques esta arrebentando com mato grosso oh homem incompetente pelo amor de deus renuncia inútil.

  • Yuri
    10 Nov 2017 às 20:01

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Só chorando...

  • Povo
    10 Nov 2017 às 19:34

    Vamos deixar de ser gado. Vamos tomar a prefeitura e o paiáguas. Polícia também é povo. Vamos para as redes

Sitevip Internet