Olhar Direto

Sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Notícias / Picante

Estratégia técnica

Com base em auditórias, Secretaria de Saúde trabalha para diminuir valores cobrados por serviços.

Da Redação

13 Nov 2017 - 10:15

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Estratégia técnica
A redução no custo dos serviços adquiridos, como exames e cirurgias, passando por limpeza e segurança, está na pauta da Secretaria de Estado de Saúde (SES), para os próximos meses, principalmente nos hospitais regionais de Mato Grosso, com base em auditorias da Controladoria Geral do Estado (CGE). Também tendem a diminuir os serviços executados por hospitais privados ou filantrópicos, porque ficou famoso um caso, entre tantos já registrados, em que determinado hospital cobrou R$ 169,4 mil para realizar uma revascularização miocárdica num paciente, pago pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E a auditoria apontou que o preço de mercado deste procedimento é de R$ 25 mil, o que representaria superfaturamento de 676%. A projeção da equipe técnica da SES é de diminuir em até 60% os preços cobrados por alguns serviços, após as revisões contratuais determinadas por decretos do governador Pedro Taques (PSDB).  Para o usuário do SUS,  porém, a expectativa é de que 2018 o atendimento registre as melhorias prometidas.
  

Mais Picantes

Sitevip Internet