Olhar Direto

Sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Notícias / Cidades

Burocracia atrapalha e Azul estima voo internacional entre Cuiabá e Bolívia só em 2018; veja quando

Da Redação - Wesley Santiago

13 Nov 2017 - 16:26

Foto: Wesley Santiago/Olhar Direto

Burocracia atrapalha e Azul estima voo internacional entre Cuiabá e Bolívia só em 2018;  veja quando
A novela envolvendo o voo internacional entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, ganhou mais um capítulo. A burocracia novamente atrapalhou os planos da Azul Linhas Aéreas e do Governo do Estado para lançar a rota ainda este ano. Agora, a empresa estima que as operações devam começar só no dia 21 de janeiro do próximo ano.

Leia mais:
Governador cobra Azul e revela intenção de voo entre Cuiabá e Paraguai
 
Em nota, a assessoria de imprensa da Azul Linhas Aéreas informou ao Olhar Direto que “o novo prazo para início da operação entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra é 21 de janeiro de 2018, com voos às quintas e domingos”. Porém, ressaltou que a data pode “sofrer alteração por conta de processos burocráticos por parte do governo boliviano”.
 
Vale lembrar que este é um desejo antigo do governado Pedro Taques (PSDB), que tenta insistentemente colocar o voo internacional na capital mato-grossense. Recentemente, durante um workshop de aviação, realizado no Palácio Paiaguás, o chefe do Executivo cobrou um dos diretos da Azul em público: “Nossa parte nós já fizemos”.
 
“Estive já com autoridades bolivianas para conversar sobre internacionalização do aeroporto. A documentação está toda certa, só falta a Azul fazer a sua parte. Este voo para Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) vai proporcionar o início de um grande sonho, de transformar o aeroporto de Cuiabá em um hub para a América do Sul. De Cuiabá até a Bolívia é pouco mais de uma hora, de lá para Miami são sete horas”, destacou Pedro Taques.
 
O governo da Bolívia autorizou a Azul Linhas Aéreas a operar voo direto de Cuiabá para Santa Cruz de La Sierra. A notícia é comemorada pelo poder executivo mato-grossense, que vê na linha um incremento ao turismo e o comércio entre as duas regiões. De acordo com o secretário adjunto de turismo, Luis Carlos Nigro, a Bolívia passa por um momento de intenso crescimento, demonstrando maior potencial de integração econômica a América Latina. Ainda é necessário que a companhia instale um escritório na cidade do país vizinho.
 
O secretário lembrou ainda que Santa Cruz foi escolhido por ser um destino com muitos estudantes de Mato Grosso que fazem faculdade na cidade boliviana. “É um destino que encherá a aeronave facilmente. A previsão é de que teremos uma boa ocupação, para que a rota possa ser mantida pela empresa”.
 
Santa Cruz de la Sierra é maior e mais populosa cidade da Bolívia, com 1,7 milhão de habitantes, além de ser a mais importante do Departamento de Santa Cruz. Motor econômico do país, Santa Cruz de la Sierra é um polo petroquímico, com foco na produção e exportação de gás natural. A cidade também é conhecida por sua tradição gastronômica.
 
Voe MT
 
O programa ‘Voe MT’, criado com o objetivo de fomentar a aviação regional em Mato Grosso, deverá proporcionar uma redução de até 84% do valor da operação sobre a base de cálculo do ICMS incidente nas operações internas de aquisição de QAV (querosene de aviação), em território mato-grossense. Para as operações internacionais, as saídas de combustível e lubrificantes para o abastecimento de aeronaves com destino ao exterior terão isenção total do tributo. A Azul é a que mais se beneficia com o programa.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet