Olhar Direto

Terça-feira, 21 de agosto de 2018

Notícias / Política MT

Após dez anos, Câmara aprova criação da 'Universidade Federal de Rondonópolis'

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Dez 2017 - 16:25

Foto: Reprodução / Ilustração

Após dez anos, Câmara aprova criação da 'Universidade Federal de Rondonópolis'
O projeto de criação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) foi aprovado nesta terça-feira (19), no plenário da Câmara Federal, em Brasília. O texto, redação final do projeto de lei (5.273/16), do Poder Executivo, segue agora para aprovação no Senado.

Leia também:
Anhanguera e Unic são as piores de Mato Grosso, segundo ranking de universidades da Folha
 
O objetivo é desmembrar a instituição, que já possui mais de quatro mil alunos, 279 professores, cursos de graduação, mestrado e doutorado, da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A indicação é de autoria do deputado Carlos Bezerra, e foi encaminhada ao Poder Executivo há mais de dez anos, em 21 de março de 2007.
 
“Essa é uma luta que sempre mereceu nossa dedicação. A autonomia da instituição vai representar significativo desenvolvimento científico, cultural e econômico para a região. Agora, vamos concentrar nossos esforços junto às lideranças do Senado para aprovação da matéria”, afirma Bezerra.
 
Para o deputado, a autonomia da universidade será uma conquista da sociedade rondonopolitana, e ela vai poder contribuir com mais força para a região, que se destaca como o segundo maior pólo econômico e populacional de Mato Grosso, com mais de 30 municípios e cerca de 500 mil habitantes.
 
A proposta foi apresentada ao deputado Carlos Bezerra por um comitê formado por vários segmentos da sociedade do município. O deputado foi relator na Comissão de Constituição e Justiça, onde conseguiu que a matéria fosse analisada em regime de urgência e tramitasse sem problemas nas demais comissões.
 
Bezerra acrescentou, ainda, que praticamente toda a bancada federal, deputados estaduais e vereadores do município de Rondonópolis se dedicaram a esse pleito.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Imposto pago retorno zero
    20 Dez 2017 às 08:55

    E VÁRZEA GRANDE SEMPRE ESQUECIDA OS POLÍTICOS SÓ LEMBRAM QUANDO VÃO PEDIR VOTOS A REGIÃO CENTRAL NÃO TEM UFMT ATÉ HOJE

Sitevip Internet