Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Notícias / Picante

Quase "tatus"

Sejudh desencadeou autêntica cruzada para investigar imediações de cadeias em Mato Grosso

Da Redação

04 Jan 2018 - 08:35

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Quase
Num trabalho silencioso, quase anônimo, a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) está fazendo uma varredura nas imediações dos principais presídios e cadeias públicas de Mato Grosso. Depois de descobrir o túnel que levaria à Penitenciária Central do Estado (PCE), no Pascoal Ramos, em Cuiabá, a Sejudh teria lançado uma autêntica cruzada para investigar proximidades das casas de detenção. Não existe confirmação oficial do governo, embora seja certo que parte das investigações contem com apoio da Inteligência da Polícia Judiciária Civil e da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). É do conhecimento das autoridades que a superlotação carcerária de Mato Grosso ampliou o domínio das facções criminosas por trás das grades. Maior penitenciária de Mato Grosso, a PCE possui mais de 2,2 mil presos, quando sua capacidade é 851 vagas. No ano passado, duas fugas foram registradas: Cadeia Pública de Poconé e Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis. Em outros municípios, as investigações estão em andamento para identificar  a construção de túneis. 

Mais Picantes

Sitevip Internet