Olhar Direto

Notícias / Ciência & Saúde

Várzea Grande alerta para possível surto de febre chikungunya

Da Redação - Fabiana Mendes

08 Jan 2018 - 09:54

Foto: Reprodução

Várzea Grande alerta para possível surto de febre chikungunya
Diante do aumento no registro de doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti, a Secretaria Municipal de Saúde de Várzea Grande, por meio da Vigilância em Saúde, faz um alerta para possível surto da febre chikungunya.

Leiam Mais: 
Prefeitura emite alerta sobre possível surto de conjuntivite em Várzea Grande

No fechamento dos dados do ano de 2017, foram registrados 2.311 casos de dengue, e 408 notificações para o zika vírus, e o mais preocupante, que é a febre chikungunya, fechou o ano passado com 2.331 casos. Os dados são da assessoria de imprensa.
 
A Vigilância em Saúde municipal intensificou as ações de enfrentamento as doenças e coloca em prática o Plano Municipal de Contingência contra o Aedes aegypti, cujas ações vão desde o combate e visita dos Agentes de Saúde de casa em casa, bem como, o bloqueio químico, além da organização da Assistência em Saúde.
 
Segundo dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN-MT), no ano de 2017 foram registrados 5.050 casos confirmados de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes (dengue, zica vírus e chikungunya). No ano de 2016 registrou pouco mais de 2 mil casos, o que corresponde o dobro de notificações do ano de 2017.
 
Para contribuir com o combate ao foco do mosquito a Secretaria Municipal de Saúde através dos agentes de saúde, está intensificando as visitas às residências nos bairros com maior índice de infestação a fim de aumentar o combate ao Aedes e orientar aos moradores da importância de cada um na participação no combate. 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • fernanda
    08 Jan 2018 às 11:00

    Precisam conscientizar a população sobre saneamento básico e higiene. Maioria das pessoas jogam lixo nas ruas e não conseguem cuidar da própria casa. Da pra perceber o nível de educação das pessoas só de atravessar a ponte pra Várzea Grande. Muita sujeira, aí todo mundo acaba "pagando" pela falta de consciência da população.

Sitevip Internet