Olhar Direto

Terça-feira, 20 de novembro de 2018

Notícias / Política MT

Maggi se engaja em eleição italiana e pede votos para líder empresarial que disputa Senado

Da Redação - Ronaldo Pacheco

12 Jan 2018 - 09:32

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Maggi se engaja em eleição italiana e pede votos para líder empresarial que disputa Senado
Mesmo de férias na região Sul do Brasil, o ministro da Agricultura e Pecuária, senador mato-grossense Blairo Maggi (PP), não perde de vista sua condição de líder político. Ele deixou de lado o Encontro do PP de Mato Grosso, mas arrumou tempo para votos a sua amiga, professora e líder empresarial Silvana Rizzioli, candidato ao Senado da Itália pela América do Sul.

Leia também:
Ibope aponta Taques na frente de Mendes e Jayme, mas atrás de Blairo; veja números
 
O alvo de Maggi são os milhares de eleitores ítalo-brasileiros, muitos com dupla cidadania.  “A Itália vai ter eleição este ano. Os descendentes que tenham cidadania Italiana poderão votar. Eu  tenho uma amiga: Silvana Rizzioli, esposa do querido amigo Valentino Rizzioli, que vai disputar a uma vaga no Senado Italiano representando a América do Sul”, citou ele, em contatos com amigos, nas redes sociais.
 
“Peço voto a ela, pessoa de nossa relação pessoal. Segue orientações para quem poder votar. Obrigado!”, observou Blairo, que é neto de italianos.
O ministro da Agricultura ensina a votar e lembra que a votação ocorre via correio, até o dia  5 de fevereiro, quando  os consulados mandam até as residências dos eleitores a ficha com envelope.
 
“O envelope com ficha preenchida deverá ser devolvido até o dia 22 de fevereiro. No caso do MT, o consulado é o de Brasília. Porém, não  precisa se preocupar, porque o envelope chega com endereço impresso  e taxa pré paga. Depois, a Embaixada [da Itália] recolhe todos os envelopes nos consulados e os manda, em avião fretado para Roma, onde serão abertos em 4 de março, dia das eleições, na Itália”, sintetizou Blairo Maggi.
 
Maggi ensina até mesmo como votar em Silvana Riziolli: serão  duas fichas, em separado. A ficha de deputado e de senador. E a escolha dos dois candidatos poderá ocorrem em separado.
 
Como se fosse horário eleitoral gratuito (no caso da disputa no Brasil), Silvana Riziolli gravou um vídeo em português, com legendas em italiano, onde pede votos dos ítalo-brasileiros.

 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Luiz Paulo Conde Júnior
    21 Jan 2018 às 17:46

    Maggi tem credibilidade. Os ignorantes que não andam por Mato Grosso e não enxergam as suas obras, fiquem à vontade para críticas.

  • AO TA MALUCO, MALUCO.
    12 Jan 2018 às 17:57

    ex político entre nós, nem saudade vai deixar!

  • Ondino Lima Neto
    12 Jan 2018 às 10:48

    Rico em patrimônio, porém pobre de espírito !...

Sitevip Internet