Olhar Direto

Sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Notícias / Cidades

Ao custo de R$ 900 mil, Prefeitura inicia reforma de cinco praças no Centro Histórico

Da Redação - Fabiana Mendes

10 Jan 2018 - 17:32

Foto: Gustavo Duarte

Ao custo de R$ 900 mil, Prefeitura inicia reforma de cinco praças no Centro Histórico
Cinco praças no Centro Histórico de Cuiabá passarão por reformas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As obras de requalificação arquitetônica estão orçadas em R$ 900 mil. Os trabalhos já começaram no dia 3 de janeiro e o prazo de conclusão é de 120 dias, com entrega total prevista para o mês de maio. 

Leia Mais: 
Para agilizar reforma, vendedores ambulantes e moradores de rua são retirados da Praça Ipiranga

De acordo com a Prefeitura de Cuiabá, o cronograma de reforma segue da seguinte forma: Praça Senhor dos Passos, na Voluntário da Pátria; seguindo para a Praça Dr. Alberto Novis, na Rua Galdino Pimentel; Praça Caetano de Albuquerque, na Rua Ricardo Franco; ficando a Praça da Mandioca, e a Escadaria do “Beco Alto”, na Rua Pedro Celestino, para o final da temporada de chuvas.
 
As praças receberão pisos novos, pintura, iluminação e aplicação visual com a anuência do Iphan, que acompanha os trabalhos para a manutenção de 100% do parque arqueológico do centro histórico da Capital.
 
Os patrimônios a serem restaurados serão fechados com placas de madeirite para realização dos serviços. Com relação à estátua da Praça Senhor dos Passos, do escultor Jonas Corrêa, que retrata a chacina do "Beco do Candeeiro" e a escultura da Praça Dr. Alberto Novis, do artista Paulo Pires, da coletânea “Sociedade de Pedra” serão removidas e colocadas em exposição no Museu Casa Dom Aquino, até que as obras das praças sejam finalizadas.
 
As empresas responsáveis pela execução das obras são a Archaeo Pesquisas Arqueológicas e a Archaios Engenharia, licitadas em 2013.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.