Olhar Direto

Segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Notícias / Cidades

Quase 18% dos acidentes de Mato Grosso aconteceram em Cuiabá; segunda é o dia mais perigoso

Da Redação - Wesley Santiago

13 Jan 2018 - 08:07

Foto: Reprodução/Ilustração

Foto ilustrativa

Foto ilustrativa

O Anuário Estatístico de Trânsito, divulgado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran), apontou que no ano de 2016, quase 18% dos acidentes registrados em Mato Grosso aconteceram em Cuiabá. No total, o Estado registrou 13 mil ocorrências naquele ano (o último com os números consolidados). Além disto, também ficou explícito que as segundas-feiras foram os dias da semana mais perigos daqueles 365 dias.

Leia mais:
Uma pessoa morre a cada dois dias em acidentes em rodovias em MT
 
Segundo o levantamento, que foi feito com informações cedidas pela Secretaria de Segurança Pública (SESP/MT), Polícia Militar do Estado de Mato Grosso (PM/MT) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), Mato Grosso teve 13 mil acidentes em 2016. O número representa uma redução de quase 37%, se comparado a 2015, quando foram registradas 20.592 ocorrências.
 
Deste total, 4.184 foram colisões (32,18% dos casos) e 3.548 abalroamentos (27,29% dos casos). Os atropelamentos reduziram de 525 (2015) para 265 (2016). Em Cuiabá, foram 2.309 acidentes em 2016, já em Várzea Grande foram apenas 230.
 
Os dados também apontam que a segunda-feira foi o dia da semana mais perigoso no Estado em 2016, com 1.969 acidentes. Na sequência aparecem: sexta-feira (1.967), sábado (1.964) e a terça-feira (1.841). Nos últimos cinco anos (2012 a 2016), o sábado aparece como o mais perigoso. Porém, passou de 3.205 (2015) para 1.964 (2016), o que representa uma redução de 38,72%.
 
No mesmo documento, o Detran elenca que a implantação e consolidação da ‘Operação Lei Seca’, o aumento na fiscalização e a execução de projetos de educação para o trânsito, são medidas que influenciaram diretamente nas reduções dos índices de acidentes em Mato Grosso.
 
De acordo com a responsável pelo anuário, Karollyne do Nascimento Martimiano, o documento é importante porque auxilia na tomada de decisões para solucionar problemas na área de segurança pública e trânsito. “A coleta, compilação e análise dos dados estatísticos resumidas em um único documento se torna uma importante ferramenta para subsidiar as tomadas de decisões nos âmbitos tático e estratégico”, ressalta.

Uma morte a cada dois dias em MT

O Relatório da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso (PRF-MT), que apresentou os dados de todas as ocorrências em rodovias no Estado em 2017, apontou que uma pessoa morreu a cada dois dias no ano passado. Em relação a 2016 este número diminuiu, no entanto, em outros pontos houve um aumento. Foram registradas 190 mortes em acidentes nas rodovias em 2017.

Com relação aos números de acidentes, Mato Grosso registrou 190 óbitos em acidentes nas rodovias. Houveram 2.531 pessoas feridas em acidentes, 492 acidentes com feridos em estado grave e 1.687 acidentes sem vítimas.
 
O anuário pode ser conferido na integrada clicando AQUI.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marcio
    13 Jan 2018 às 14:44

    Cuiabano não sabi das leis de trânsito só utrapassa pela direita

  • Imposto pago retorno zero
    13 Jan 2018 às 10:57

    o Órgãos de segurança e o DETRAN tem que começar a fiscalizar e punir os maus condutores fazer um limpa urgente pois tem muito louco no trânsito é só sair na rua que vê ,e Várzea Grande que falta radar e tudo ,mas tem que fiscalizar ,avança .

Sitevip Internet