Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Versão digital da CNH começa a valer a partir de fevereiro deste ano

Da Redação - Wesley Santiago

12 Jan 2018 - 11:06

Foto: Reprodução/Ilustração

Versão digital da CNH começa a valer a partir de fevereiro deste ano
Todos os Estados brasileiros deverão, a partir de fevereiro deste ano, emitir a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), que foi aprovada no último mês de julho pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Com isto, os motoristas não precisarão mais levar o documento em forma física consigo, já que ele poderá ser acessado por meio de aplicativo no smartphone e terá o mesmo valor jurídico da versão impressa, além de ser criptografado, o que garantirá a segurança dos dados dos condutores.

Leia mais:
Motorista que atropelou e matou idoso na porta de policlínica ingeriu bebida alcoólica e não tem CNH
 
De acordo com Julyver Modesto de Araujo, especialista em direito do trânsito e comentarista do site CTB Digital, o novo modelo trará vantagens, inicialmente, para o órgão executivo estadual de trânsito, principalmente no que diz respeito à economia na produção e impressão do papel destinado para comprovar que o condutor é habilitado. “Uma vez que tal informação já consta do Registro Nacional, não há motivo para que alguém seja obrigado a portar um documento para demonstrar sua condição. Entretanto, como a CNH equivale ao documento de identidade - e muita gente usa como tal -, é provável que mesmo com a opção da CNH-e, algumas pessoas continuem solicitando o documento físico”, opina.
 
O especialista também acredita que a versão digital será vantajosa também para o condutor, que poderá dirigir sem se preocupar em ter consigo a comprovação de que é habilitado. Há benefícios também para o agente de trânsito, que vai precisar apenas consultar o banco de dados disponível na hora de verificar a habilitação do condutor.
 
“Porém, há que se considerar eventuais dificuldades de fiscalização, como a indisponibilidade do sistema informatizado no momento da abordagem. Outra questão que merece destaque é que ainda não foram estabelecidos critérios para que o documento virtual seja "recolhido", quando o condutor estiver cumprindo penalidade de suspensão do direito de dirigir”, pontua o especialista.
 
Na visão da estagiária Yara Mariana da Silva, de 22 anos, a versão digital da carteira de motorista vai trazer mais comodidade e tranquilidade para os motoristas. Ela admite que sempre esquece o documento e que a presença de agentes de trânsito ou a realização de blitz no caminho é um momento de tensão. “Nunca tenho certeza se estou portando o documento, porque esqueço em casa frequentemente. Agora o problema vai ser resolvido, pois o celular a gente nunca esquece”, afirma.
 
Como obter
 
A CNH continuará sendo impressa e usada normalmente. A emissão da versão digital não será automática e poderá ser requisitada apenas por quem já possui o documento com o QR-Code, emitido desde maio de 2017. O QR Code está fixado no verso da carteira impressa e possibilita a leitura das informações por aparelhos eletrônicos. Os demais condutores terão acesso à CNH-e quando renovarem o documento.
 
A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica funcionará como um aplicativo de celular e poderá ser baixada nas lojas oficiais da Apple e do Google (sistema Android). O próximo passo é escolher entre usar um certificado digital (pago), que permitirá realizar todo o processo pela internet, ou procurar um posto do Detran.
 
Também será necessário um cadastro no Portal de Serviços do Denatran, que será ativado por meio de um link, enviado para o e-mail designado pelo usuário. Posteriormente, o motorista deve realizar o login no aparelho em que deseja ter sua CNH digital. No primeiro acesso será necessário criar um PIN para armazenar os documentos com segurança. Somente esse PIN  possibilitará acesso às informações do usuário.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Márcio Michel Machado
    14 Jan 2018 às 15:25

    Como fazer para baixar o link

  • EDSON
    13 Jan 2018 às 10:06

    Engraçado ! A guria vive esquecendo da Habilitação, quando esta dirigindo, mais o celular e as msn de whatsaap não esquece, não é mesmo !!!

  • Reginaldo
    12 Jan 2018 às 15:14

    Toda e qualquer evolução é bem vinda, desde que seja planejada, estudada e efetivada sem falhas graves, sinceramente, demorou para as viaturas e/ou policiais terem acesso à um banco de dados unificado para poderem buscar/conferir/ pesquisar os documentos. Em relação ao depoimento da estagiária... sem palavras rssrsrs

  • BETO
    12 Jan 2018 às 14:03

    A única coisa que não entendi nesse troço é.....a PRF me para num lugar que não tem internet ou eu não desejo pagar um pacote de internet (que não vale nada) para minha operadora e meu celular não tenha internet,...eu vou conseguir acessar essa CNH sem internet?