Olhar Direto

Sexta-feira, 20 de abril de 2018

Notícias / Política MT

Governo garante que já repassou dinheiro de filantrópicos para Cuiabá

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo/ Reportagem Local - Ronaldo Pacheco

12 Jan 2018 - 15:41

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Governo garante que já repassou dinheiro de filantrópicos para Cuiabá
O governador Pedro Taques (PSDB) garantiu que o governo não está devendo a Santa Casa e que o dinheiro destinado aos hospitais filantrópicos já foi repassado para o município de Cuiabá. As instituições haviam ameaçado paralisar, caso os recursos não fossem pagos até a próxima segunda-feira (15).

Leia mais
Hospitais filantrópicos cobram R$ 33 milhões de emendas e anunciam paralisação


Em entrevista a jornalistas após assinar contrato de transportes no terminal rodoviário de Cuiabá na manhã desta sexta-feira (12), o chefe do executivo confirmou que o dinheiro já está com o município e que será repassados as unidades.

“Nós não repassamos este dinheiro diretamente para Santa Casa. O que o estado faz é repassar para os filantrópicos via município de Cuiabá. Não estamos devendo para os filantrópicos por que já passamos para o município” disse o governador.

A Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso (Fehosmt) anunciou nesta sexta-feira (12) que iria paralisar os atendimentos para novos pacientes nas Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s) a partir da próxima segunda-feira (15) por falta dos repasses por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e por contrapartidas da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Segundo a presidente da Fehosmt, Elizabeth Meurer, a Santa Casa está sem receber pelos leitos de retaguarda desde o mês de março do ano passado e como o recurso ainda não veio, a unidade não tem mais condições de atender novos pacientes.

Os hospitais filantrópicos são responsáveis por 85% dos atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado de Mato Grosso.

As unidades de saúde cobram o repasse de R$ 33 milhões provenientes dos R$ 156 milhões das emendas impositivas destinadas pela bancada federal mato-grossense. Segundo a Fehosmt, o dinheiro ainda não chegou aos cofres dos hospitais.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Nonato
    13 Jan 2018 às 04:05

    Ano de eleiçao todo mundo anula seu voto....vou votar em zé dumingo fraga esse sim é exemplo de honestidade$$$$$$$$$$

  • joao
    12 Jan 2018 às 19:17

    Falta pagar Sinop e Cáceres.

  • Luiz Otavio
    12 Jan 2018 às 18:12

    insensibilidade do governo com a saude de Mato grosso,se os hospitais filantropicos atendem 85% do SUS,absurdo atrasar repasses para gastar com outras coisas inuteis

  • joaoderondonopolis
    12 Jan 2018 às 16:22

    Este governador só paga recebendo ameaça. Os credores tem que botar a boca no trombone já no primeiro mês de atraso.

  • Carlos Nunes
    12 Jan 2018 às 16:01

    Em quem acreditar? Nesse Governo ou nos Hospitais Filantrópicos? Nos Hospitais Filantrópicos é óbvio. Os telejornais tem mostrado e demonstrado que os hospitais filantrópicos tão sempre com o pires na mão precisando de verba.

Sitevip Internet