Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Notícias / Política BR

Em Cuiabá, CEO da Riachuelo e Kim Kataguiri lançam movimento "Brasil 200" neste domingo

Da Redação - Vinicius Mendes

25 Fev 2018 - 14:51

Foto: Reprodução

Em Cuiabá, CEO da Riachuelo e Kim Kataguiri lançam movimento
O CEO das lojas Riachuelo, Flávio Rocha apresentou em Mato Grosso neste domingo (25), o Movimento Brasil 200, que espera contar com a colaboração da população para apresentar propostas para tentar mudar o Brasil para os 200 anos de independência. Neste domingo (25) foi realizado o Congresso Estadual do MBL 2018 em Cuiabá.

Leia mais:
MBL promove congresso em MT com palestras de Kim Kataguiri e Fernando Holiday
 
Além de Flávio Rocha, também vieram a Cuiabá neste final de semana os coordenadores nacionais do MBL, Kim Kataguiri e Fernando Holiday, e o ativista político e youtuber Arthur do Val.

Na tarde de hoje (25), no Salão Leila Malouf, no Ribeirão do Lipa em Cuiabá, Flávio apresentou o Movimento Brasil 200. O movimento pretende apresentar novas propostas para o país, com colaboração da população, para a comemoração dos 200 anos de independência do Brasil.

“Nós queremos que você diga que país espera para 2022, como você quer o Brasil na comemoração dos seus 200 anos, ao final do mandato dos candidatos eleitos este ano. 2022 começa em 2018, os 200 anos do Brasil começam aqui e agora”, havia explicado Rocha, durante o lançamento do movimeto em Nova York.

De acordo com os organizadores do movimento, o Brasil 200 é apartidário e apolítico. O nome foi escolhido em referência aos 200 anos de independência do Brasil, que serão comemorados em 2022, quando acabar o mandato do presidente eleito este ano.

Entre os ideais do movimento estão: “deixar para trás a dependência do Estado paternalista” e “deixar para trás o debate político ingênuo”. Mais informações sobre o Brasil 200 podem ser obtidas pelo site.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • servidor EXECUTIVO
    26 Fev 2018 às 08:33

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • JUCABALA
    26 Fev 2018 às 07:46

    Ahhhh esta aí o tal do japonês do MBL! Falastrão, mas pregado nas "tetas" do empresariado né! Esse japonês é uma comédia ambulante. Vivia atacando o antigo governo nas redes sociais devido aos casos de corrupção e tudo mais, mas agora não o vejo falar ou escrever, se é que sabe, uma vírgula sobre os casos de corrupção desse atual governo!!! Será por quê? Ora japonês não o vi falar das malas de dinheiro pelas ruas de SP, apreendidas com o assessor do "MiSHELL" Temer! Também não o vi falando a repeito de todo aquele dinheiro, 52 milhões, encontrados no apartamento de Gedel, que também é ligado a "MiSHELL" Temer! Vc fala fala sobre a reforma da previdência, diz que o país vai quebrar se não aprová-la, mas não fala uma palavra sobre a dívida gigante, de mais de três vezes o valor do aludido déficit, que as grandes empresas têm com a previdência!!!! Será por que hein japonês? Ahhh o pato da paulista!!! Olha não partidário de nenhuma agremiação política, mas para mim esse japonês não passa de um iludido e oportunista criado com a avó!!!

  • Jair José koraleski
    26 Fev 2018 às 06:37

    O pior de tudo que alguém acredita nesses cara que só pensam em promoção pessoal

  • Valdiney Mendes
    25 Fev 2018 às 22:22

    Brasil rumo a falência com estes grupos.

  • Pedrão
    25 Fev 2018 às 22:12

    "Sem estado paternalista". Leia-se: sem qualquer participação do estado em assistência aos mais necessitados. Fim de programas sociais de distribuição de renda. Trocando em miúdos, agenda neoliberal. E ainda há um monte de pobres (em Mato Grosso, inclusive), que aplaude iniciativas como essa.

  • Edmilson Rosa
    25 Fev 2018 às 21:21

    Grupinho de mimimimi

  • Zé pantaneiro
    25 Fev 2018 às 20:58

    Avisem esses liberais primivos q o mundo mudou. Até o liberalismo já tem perspectiva social. Não é atoa a social democracia e o social liberalismo. Babaquice de malucos tem limites. A escravidão já passou e o atraso e a barbárie já foram superados. Além disso, o neoliberalismo não deu certo em lugar nenhum. Deixem de retornar ao século XVI e trabalhem ao invés de fazer política profissional com apoio e por essa elite branca e nefasta

  • Um besta
    25 Fev 2018 às 17:24

    Um manipulado e mal intencionado, é isso que esse japa é.

  • Um cara com um cigarro na boca
    25 Fev 2018 às 17:18

    Esse tal Kim é o mesmo que fez a marcha de manobra pra tirar a Dilma pra entregar o Brasil na mão da quadrilha do Michel Temer?

Sitevip Internet