Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Notícias / Esportes

Botafogo recusa proposta para levar jogo contra o Palmeiras para a Arena Pantanal

Da Redação - Wesley Santiago

16 Mar 2018 - 11:03

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Botafogo recusa proposta para levar jogo contra o Palmeiras para a Arena Pantanal
O Botafogo recusou a proposta de empresários para levar o jogo contra o Palmeiras, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2018, para a Arena Pantanal, em Cuiabá. A partida marca a estreia do principal reforço dos cariocas para a competição, o uruguaio Rodrigo Aguirre. O confronto está marcado para o dia 15 de abril.

Leia mais:
Empresários levam prejuízo de R$ 350 mil com clássico entre Flamengo e Fluminense em Cuiabá
 
A informação foi divulgada pelo site FogaoNet. O vice-presidente de marketing do Botafogo, Nelson Sant'anna, disse – em entrevista ao Globo Esporte – que a oferta era vantajosa financeiramente: Houve uma oferta com compensação financeira muito boa, mas, em respeito ao nosso torcedor e principalmente aos sócios-torcedores, não aceitamos. Foi levado ao Conselho Diretor, e decidimos que, mesmo com compensação boa, deveríamos prestigiar a torcida do Botafogo e seu sócio-torcedor. Afinal, o Botafogo é do Rio”.
 
O último jogo entre os grandes da Série A que a Arena Pantanal recebeu foi no fim de fevereiro deste ano. Na ocasião, o Fluminense venceu o clássico contra o time do Flamengo por 4 a 0. No total, 15.884 pessoas pagaram para assistir ao confronto. A expectativa inicial era de pelo menos R$ 20 mil.
 
Segundo o que foi apurado pelo Blog da Gabriela Moreira, da ESPN, a estimativa é que a partida tenha gerado prejuízo de cerca de R$ 350 mil aos empresários. O custo total do evento foi de R$ 1,25 milhão. Dentro deste montante, estão inclusos os cachês pagos aos clubes, que foi de R$ 350 mil para cada. O valor cobrado pela Federação do Rio que seria para pagar o custo do envio das equipes à Cuiabá, R$ 50 mil, o voo fretado para o transporte dos times, R$ 200 mil, e os gastos da operação no estádio em si, que ficou em cerca de R$ 300 mil.
 
No clássico realizado na Arena Pantanal, os ingressos custaram entre R$ 60 e R$ 160, gerando uma renda total de R$ 918.140,00. O público foi de quase 16 mil pessoas. Se tivessem mais quatro mil, a conta fecharia para o empresário.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juca
    17 Mar 2018 às 11:57

    Que pena.. Os únicos torcedores, Bené e Toufiquinho ficarão sem assistir o fogão.

  • Dudu
    16 Mar 2018 às 13:02

    O Palmeras nao tem mundial kkkkkk

  • socó baleado
    16 Mar 2018 às 12:19

    Isso ai que tem que acontecer seus times tem que jogar no seus estadios e estados. se os teletorcedores daqui querem ver seus times de fora jogar pessoalmente que vão lá ver eles.

  • loko Abreu
    16 Mar 2018 às 12:11

    Palmeiras minha vida e vc...quando vier vai lotar a arena. ...

  • Incrédulo
    16 Mar 2018 às 11:26

    Se deu lucro ou não ....apenas um detalhe. O importante é que dessa forma , dinheiro de origem nebulosa provavelmente foi lavado.