Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Notícias / Política BR

“Brasil é maior que o ódio que o Bolsonaro destila”, dispara Manuela D’Ávila em Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

02 Abr 2018 - 17:23

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

“Brasil é maior que o ódio que o Bolsonaro destila”, dispara Manuela D’Ávila em Cuiabá
Em Cuiabá para participar de uma audiência pública sobre o feminicídio, a pré-candidata à Presidência da República Manuela D’Ávila comentou como pretende enfrentar Jair Bolsonaro (PSC-RJ), um dos líderes nas pesquisas eleitorais. Segundo ela, os eleitores vão perceber, durante a campanha, que o candidato “não tem ideias”.

Leia também:
Fávaro viaja a São Paulo e declara apoio à pré-candidatura de Alckmin à Presidência

“Eu acredito muito no bom senso do povo do nosso país. Eu sou uma apaixonada pelo Brasil, e o Brasil não é um conceito abstrato. O Brasil são os homens e as mulheres que formam o nosso país, e durante o processo eleitoral o povo vai ter oportunidade de conhecer as minhas ideias, e vai ter a oportunidade, como eu tive, ao longo de oito anos que convivi com Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, de saber que ele não tem ideias. Quais são as ideias que ele tem pra segurança pública? Armar a população? E des-reconhecer, ou não reconhecer, o papel que o Estado tem na estruturação de um sistema público de segurança pública, um sistema federal de segurança pública que dê suporte aos estados, que criem inspetoria, que criem ouvidoria, que equipe as polícias naquilo que elas mais precisam hoje, que é inteligência, estruturas de investigação. Qual é a proposta que ele tem pro controle das fronteiras pra armas? Nenhuma. Ninguém conhece porque elas não existem”.

Com 0,7% das intenções de voto, segundo pesquisa divulgada no início do mês de março, Manuela tem trajetória de militância, já foi vereadora, deputada federal pelo Rio Grande do Sul por dois mandatos, e atualmente é deputada estadual. Auto-intitulada feminista e de esquerda, ela reconhece estar em lado ‘diametralmente oposto’ ao de Bolsonaro que, na mesma pesquisa, tinha 16,8% das intenções de voto (em simulação com Lula, Marina Silva, Alckmin, Ciro Gomes, Álvaro Dias, Fernando Collor, Michel Temer, Rodrigo Maia e Manuela).

“Sim, nós estamos em lados diametralmente opostos, mas porque eu sou alguém que entende que o Brasil se desenvolverá com um conjunto do povo brasileiro, com as mulheres, com os negros, com aqueles que ele [Bolsonaro] acha que não servem pra nada. E ele é alguém que acha que o Brasil pode ser um país que cresça ou que deflagre um ódio sem fim entre um e outro a partir das ideias que defendem. Eu acho que o Brasil é maior que o ódio que o Bolsonaro destila cada vez que abre a boca, e acho que o povo brasileiro é muito melhor que isso”, disparou.

Famoso por suas propostas ‘polêmicas’, Jair Bolsonaro defende, por exemplo, a redução da maioridade penal, política de proteção à família ‘contra o kit gay’, fim da indústria de demarcação de terras indígenas, fim do auxílio reclusão e mais.

Manuela esteve em Cuiabá para participar da Audiência Pública sobre o feminicídio, que aconteceu no Teatro Zulmira Canavarros, comandada pela deputada estadual Janaína Riva (PMDB).

43 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Anna
    03 Abr 2018 às 14:47

    Gosta de comunismo sra Manuela???!! Te indico a Venezuela ou a Coréia do Norte, o Brasil jamais será comunista!!

  • Leopoldo Barbosa
    03 Abr 2018 às 14:39

    Quem sempre implantou o ódio foi a própria esquerda. E outra Bolsonaro jamais pregou o ódio a esquerda tenta de tudo ridiculariza-lo mais esquecem de que a população que produz o apoia.

  • Carlos Nunes
    03 Abr 2018 às 14:28

    Que ódio é esse? Bolsonaro é só um cara, como milhões de brasileiros, que não aguenta mais a inversão de valores, a desmoralização, a sacanagem, a roubalheira desgraçada...e tá p...da vida com tudo isso. Aí, aparece um delator premiado, que aponta pra mais um político, alguns acima de qualquer suspeita, e dispara: Esse? Pediu propina também...e o cara desmascarado nega de pé junto, jura, que não pegou propina nenhuma. Aí, o Silval diz: fui um governador extorquido...aí, o Jajah, sem saber, diz pro jornalista: sou um suplente extorquido pelo titular na VI. A gente deve dar graças a DEUS, do povo brasileiro ser um povo pacífico...que tem um Bolsonaro pra brigar por todos nós. Bolsonaro somos todos nós, que não aguentam mais esse estado de coisas. Aí, um comentarista policial do Jornal de RedeTv diz: antigamente no Brasil só tinha uma facção criminosa, hoje tem 87 facções. Não podemos deixar cheguem a 100 facções...Bolsonaro neles. Bolsonaro ou um General, daqueles bem patriota, bem competente, bem honesto, pra fazer a limpeza necessária.

  • RAFAEL
    03 Abr 2018 às 14:21

    Eu voto Bolsonaro 2018 !!!

  • josé
    03 Abr 2018 às 13:00

    Interessante essa gente que se diz de esquerda, quando arrumam um dinheirinho, certamente ganho com trabalho honesto, compram apartamento e Miami, casas na França, passeiam pela Toscana, adoram Vaneza e por aí vai. Não consigo entender porque eles não fixam residência em Cuba, na Coréia do Norte ou mesmo na Bolívia ou Equador...parece que esses lugares só são bons nos discursos inflamados contra o "capitalismo selvagem", o mesmo que enriqueceu boa parte dessa laia asquerosa que quebrou o país.

  • josé
    03 Abr 2018 às 12:51

    Que papo furado moça, frases prontas ridículas e fúteis. Sou gaúcho e posso dizer que meu estado ficou na merda que está por causa dessa gente que se diz moderna, cheia de ideologia, cheia de idéias que não funcionaram e não funcionam em lugar algum, um atraso sem fim. Volte para seu estado moça, lá ainda tem muita gente que gosta de atraso e sonhos bobos.

  • Marco Antônio
    03 Abr 2018 às 12:31

    Vil e mendaz, dividir a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais é o mote predileto da esquerda para disseminar o ódio dos "nós contra eles", exatamente como está fazendo esta cidadã que se pretende "candidata", o exemplo mais imediato são os comentários que aqui se vê.

  • celina
    03 Abr 2018 às 12:20

    SE VÊ SRA. LAIS QUE A SENHORA É UMA IGNORANTE MESMO!

  • Marcos Paulo
    03 Abr 2018 às 11:51

    Fico feliz em ver tantos comentários a favor do Bolsomito,Juntos vamos mudar esse País eu tenho Fé.Hoje tem manifestação não esqueçam.

  • celina
    03 Abr 2018 às 11:23

    Esta preocupada com BOLSONARO? vai expor suas idéias, eu sol BOLSONARO, quem já ouviu falar em você candidata nem na câmara nunca ouvimos falar de você!!

Sitevip Internet