Olhar Direto

Terça-feira, 23 de outubro de 2018

Notícias / Cidades

Ataque hacker aos sites da UFMT e prefeitura não causaram danos aos bancos de dados

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

06 Mai 2018 - 16:35

Foto: D4rkron

Ataque hacker aos sites da UFMT e prefeitura não causaram danos aos bancos de dados
Os sites da Prefeitura de Cuiabá e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) precisaram ser retirados do ar temporariamente para estudo das conseqüências das recentes invasões do hacker (ou grupo de hackers) ‘D4rkron’. Ambos os sistemas, invadidos neste fim de semana, mantiveram intactos seus bancos de dados, avaliam especialistas.

Leia mais:
Site da prefeitura de Cuiabá é alvo de ataque hacker na madrugada

Tanto a Prefeitura de Cuiabá quanto a Universidade de Mato Grosso emitiram notas neste domingo (06) dando detalhes dos ataques sofridos em seus portais. Segundo a UFMT, a invasão à página principal do site ocorreu na manhã de sábado (05) e forçou a retirada do ar do sistema.

“Após a constatação do acesso indevido, as equipes da área de Tecnologia da Informação da UFMT interviram imediatamente retirando o acesso público ao portal, com o objetivo de verificar se havia algum tipo de dano ou prejuízo antes do seu reestabelecimento”, explica.

Segundo os técnicos de informática, não houve qualquer prejuízo aos seus sistemas internos ou dados. Entretanto, uma auditoria técnica verificará, nos próximos dias, a natureza da invasão, o que será reportada às autoridades competentes.

“Sistemas importantes implantados com o objetivo de modernizar a UFMT tais como:  SEI - Sistema Eletrônico de Informação, Portal de Sistemas Integrados da Instituição e o Ambiente Virtual de Aprendizagem se mantiveram preservados e continuaram no ar mesmo após o ocorrido”, finaliza a universidade.

Já a prefeitura da capital esclarece que seu site sofreu o primeiro ataque às 19h deste sábado, sendo retirada do ar às 6h deste domingo (06.

“Mediante a notificação, a empresa responsável por gerenciar o portal retirou o servidor do ar, para dar início a um procedimento interno de investigação, a fim de diagnosticar o real problema”.

As funcionalidades do site só foram restauradas graças ao backup de segurança feito pela equipe responsável. Assim como a universidade, nenhuma parte importante do sistema interno foi invadida.

“A Prefeitura também fez um Boletim de Ocorrência, junto à 1ª Delegacia de Polícia - Cuiabá - neste domingo. Todas as atividades do site já foram retomadas normalmente e para garantir sua segurança, o mesmo está sob monitoramento constante da empresa responsável”, encerra a nota.

Contexto:

Em ambas as invasões, os hackers publicaram mensagem condenando a corrupção no país. Os principais alvos foram o presidente Michel Temer (MDB) e o gestor da capital, Emanuel Pinheiro (MDB), investigado pela polícia e acusado de receber propina do ex-governador Silval Barbosa, que também pertencia ao mesmo partido.

Quem são:

O hacker (ou grupo de hackers) conhecido (s) como “D4RKRON” já invadiu outros sites, no país, em 2017 e neste ano, como o da Câmara dos Vereadores de Dourados, em Mato Grosso do Sul; da Prefeitura Municipal de Paraguaçu Paulista, em São Paulo; da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Seel) de Sergipe; da Prefeitura Municipal de Itapevi, em São Paulo; da Prefeitura de Blumenau, em Santa Catarina e até mesmo do time de futebol Criciúma Esporte Clube. Sempre trazendo a mesma mensagem de combate à corrupção e ao governo Michel Temer.  

‘D4rkron’ possui twitter, grupo no Facebook e canal no Youtube. No Twitter, seu nome é ‘Bruno Santos’, e ainda tem outras informações: estudante da Área de Segurança da Informação e Programação, morador da cidade de Bauru, interior de São Paulo, nascido no dia 11 de janeiro de 2000.
 
Leia a íntegra do texto colocado na página hackeada:
 
Corrupção há tem todo lugar, mas no Brasil corrupçao virou cultura politica.
 
O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons. O mau político carrega consigo uma aparência de humildade fingida, e na prática abusiva de uma linguagem serena, assume a liderança de mais um hipócrita sonhador. Se não há justiça para o povo, que não haja paz para o governo. De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça.De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto. Chegamos em um momento crucial na política brasileira, ou colocamos esses canalhas na cadeia, ou vamos ficar imerso nessa corrupção que nunca tem seu fim.
 
#ForaTemer e sua bancada

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet