Olhar Direto

Sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Notícias / Cidades

PM faz ação em repressão contra uso de maconha na Praça Popular

Da Redação - Vinicius Mendes

16 Mai 2018 - 09:26

Foto: Reprodução

PM faz ação em repressão contra uso de maconha na Praça Popular
A Polícia Militar realizou ação no início da noite desta terça-feira (15), na Praça Popular, na região central de Cuiabá, após denúncias de que pessoas estariam usando maconha no local. O sub-comandante do 10º Batalhão da PM, Major Mauriti, afirmou que tem recebido muitas denúncias de moradores da região, que dizem que o local está virando um ponto para o uso da droga. Dezenas de pessoas foram abordadas na noite de ontem na quadra da praça.

Leia mais:
Deletran ‘infiltra’ policiais em bares para flagrar motoristas alcoolizados; Praça Popular é alvo
 
Na noite de ontem, um grupo de jovens que estava jogando futebol na praça Eurico Gaspar Dutra, além de guardadores de automóveis, sofreram abordagens por militares do 10º Batalhão.

“Pessoas de todos os bairros tem ido lá para jogar bola e também para fumar maconha. E são pessoas de todas as classes que tem tido este costume. Então de uns tempos para cá temos recebido muitas denúncias dos moradores, incomodados com o forte cheiro de maconha. Eles falam que ali está virando um ponto de encontro para fumar a droga”, disse o major.

O 10º atende as ocorrências da região central de Cuiabá, em cerca de 30 bairros. Entre furtos, roubos e ocorrências diversas, as principais denúncias são com relação a usuários de drogas, que migram de um ponto para outro.

“Neste sentido tem que haver uma outra solução, da parte social, porque são usuários e a repressão policial não vai resolver. E eles costumam migrar constantemente. Se batemos em um local, alguma praça ou rua, eles vão e mudam para outro”, disse.

O militar disse que o trabalho naquela região é constante, atendem cerca de 50 ocorrências por dia, principalmente de pequenos delitos, entre eles os relacionados a drogas. O major ainda relembra que apesar da maconha não ser legalizada, o suspeito flagrado fazendo o uso não é detido, apenas a droga é apreendida.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Menonça
    17 Mai 2018 às 11:16

    Os vendedores de droga estão lá porque os riquinhos compram!

  • Zeca
    17 Mai 2018 às 09:39

    A polícia está certa! Não adianta prender somente os traficantes, têm de prender os usuários também, pois eles sim é que sustentam o tráfico.

  • Luciana cpa 2
    16 Mai 2018 às 22:22

    Concordo com o Jacó, quem quiser fumar essas cocaína que vá pra bem longe daqui. Vaza, Deus é mais.

  • Alcir
    16 Mai 2018 às 20:39

    Absurdo o que PM de Mato Grosso faz ao colocar todo mundo indiscriminadamente na parede como se todos fossem bandidos. Fazem isto nos bares, em restaurantes. O governador Pedro Taques precisa chamar o comandante geral e lhe solicitar explicações. A sociedade cuiabana exige respeito, e não é possível ser tratado como delinquente ou suspeito em todo lugar que se frequenta hoje em Cuiabá. Mais absurdo ainda o OD tratar isto como se fosse a coisa mais natural do mundo. Polícia autoritária, jornalismo desatento com princípios de cidadania.

  • xewea
    16 Mai 2018 às 17:58

    Zé ningas quer e uma cracolândia na região. Vai vender sua erva longe dali mané

  • MORADOR
    16 Mai 2018 às 15:08

    A polícia sabe desses que tem tornozeleira lá no Araés, mas nunca leva. Os cara vendem madrugada a dentro.

  • MORADOR
    16 Mai 2018 às 14:39

    E a ação lá no Araés ? Quando vai rolar ? Perto da quadra do Mixto atrás da Junta Militar tem traficante vendendo no fim da tarde todo dia. E usava tornozeleira, um tal de Cojé. Tá lá vendendo todo dia...

  • Zé ningas
    16 Mai 2018 às 13:50

    Até a forma como vou entorpecer vira regra. Encher a cara de álcool, ficar inconsciente, fazer m... sociedade aprova. Encher a cara de "calmantes", ficar depressivo, irritado... legal, tem na farmácia. Agora, se encher a cara de maconha e ficar laricado, comer dois baguncinhas, discutir a solução pra paz mundial, ficar com sono e ter uma noite tranquila. Já sabem, maconheiro, Zé droguinha, favelado

  • Seu Jacó
    16 Mai 2018 às 12:55

    Abaixo q maconha e seus adeptos. Droga do mal, peste mundial

  • Zé Porvim
    16 Mai 2018 às 12:08

    A galera dos barzim denunciam pelo forte cheiro da erva... enquanto isso tão cafungando nos banheiros dos bares... Hipocrisia....

Sitevip Internet