Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Notícias / Política MT

Senador Cidinho seria alvo de operação da PF que investiga fraude em registros sindicais

Da Redação - Wesley Santiago

30 Mai 2018 - 10:40

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Senador Cidinho seria alvo de operação da PF que investiga fraude em registros sindicais
O senador licenciado por Mato Grosso, Cidinho Santos (PR), seria alvo da ‘Operação Registro Espúrio’, deflagrada nesta quarta-feira (30), pela Polícia Federal (PF). O objetivo é desarticular organização criminosa que atua na concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho.

Leia mais:
PF cumpre mandados em operação de combate a contrabando no Shopping Popular

No total, a PF cumpre 64 mandados de busca e apreensão, oito mandados de prisão preventiva e 15 mandados de prisão temporária, além de outras medidas cautelares. Os mandados foram expedidos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e estão sendo cumpridos no Distrito Federal, São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais.

Após cerca de um ano, as investigações revelaram um amplo esquema de corrupção dentro da Secretaria de Relações de Trabalho do Ministério do Trabalho, com suspeita de envolvimento de servidores públicos, lobistas, advogados, dirigentes de centrais sindicais e parlamentares.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, corrupção passiva e ativa e lavagem de dinheiro.

A assessoria do senador encaminhou nota sobre o caso e nega que tenha qualquer envolvimento com fatos relativo à operação Registro Espúrio. 

"O senador licenciado Cidinho Santos (PR/MT) informa que não é alvo e nega qualquer envolvimento com os fatos relativos à Operação Registro Espúrio. Nunca houve participação do parlamentar em qualquer esquema de fraudes envolvendo a concessão de registros de sindicatos tampouco na indicação de servidores para o Ministério do Trabalho.

Cidinho Santos não foi notificado formalmente, nem está citado na nota oficial divulgada pela Procuradoria Geral da República. O senador licenciado soube de sua suposta participação pela imprensa, que também deixa claro que não existem indícios conclusivos. 

O senador acredita tratar-se de um equívoco e está buscando informações para solicitar a Retratação da citação de seu nome".

 
Atualizada às 10h45 e às 10h49.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • por justiça
    30 Mai 2018 às 20:54

    o Brasil tem que passar a limpo esses povo que ta no comando colocar tudo em p´rato limpo vamos PF. ....

  • Cezar Augusto Lima do Nascimento
    30 Mai 2018 às 17:32

    É horrenda a situação desse País.

  • joaoderondonopolis
    30 Mai 2018 às 11:04

    Na operação tiveram mandados de busca e apresensção, mandados de prisão preventiva e mandados de prisão temporária e outras medidas cautelares, em qual destes mandados Cidinho foi enquadrado? A reportagem está incompleta.

Sitevip Internet