Olhar Direto

Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias / Política MT

Recuo de Prado e Nigro agravou crise em chapa proporcional de Taques

Da Reportagem Local - Érika Oliveira e Wesley Santiago

05 Ago 2018 - 10:52

Foto: Rogério Florentino Pereira/ OD

Recuo de Prado e Nigro agravou crise em chapa proporcional de Taques
O governador Pedro Taques (PSDB) tenta contornar crise deflagrada entre seus aliados antes de ir à convenção do PSDB, marcada para a manhã deste domingo (5). A confusão toda está no entorno da composição para chapa proporcional da coligação, conforme Olhar Direto havia noticiado no sábado (4). Os recuos de Rui Prado (PSDB) e Luis Carlos Nigro (PSDB) da candidatura a federal agravaram a crise.

Leia também:
Estratégia de Taques para beneficiar ex-secretários desagrada aliados e pode gerar debandada
 
Membros do PPS ameaçam abandonar a aliança. O ex-secretário de Educação Marco Marrafon, presidente do PPS, tenta contornar a crise e manter o apoio a Pedro Taques. A leitura dos filiados é que o recuo de Prado e Nigro faz a chapa perder a projeção de cerca de 80 mil votos, inviabilizando o bloco. A legenda ainda não finalizou as convenções e a ata está aberta.
 
Prado abandonou o projeto à Câmara Federal para ser vice de Taques. Já Luis Carlos Nigro deve ser primeiro suplente de Leitão, mas ainda não confirmou a alteração por conta do problema gerado nas proporcionais.
 
Uma alternativa pensada para contornar a crise foi lançar Guilherme Maluf (PSDB) a federal, mas o deputado já declinou da possibilidade. “Eu realmente fui convidado para integrar a chapa de federal, mas eu já declinei, já avisei que a minha pré-candidatura é a deputado estadual, estou preparado a disputar a estadual, então não há possibilidade de eu disputar federal”, finalizou.
 
Outra alternativa seria Prado recuar da vice, mas ninguém confirma a informação oficialmente. Os membros do PPS ameaçam migrar para a chapa de Mauro Mendes.
 
PSL, Solidariedade e Frentinha
 
Conforme noticiou Olhar Direto no sábado, a crise das chapas proporcionais se estende à ‘Frentinha’, PSL e Solidariedade. Isso porque o PSDB adotou a estratégia de dividir o “chapão” e colocar PSL e Solidariedade de um lado e PSDB e PPS do outro. Para alguns aliados, o plano prejudica a candidatura a reeleição de Victório Galli (PSL) e Doutor Leonardo (Solidariedade).
 
PSL, Solidariedade e ‘Frentinha’ desejam um chapão com todos partidos, para que o grupo faça o maior número de deputados federais possível. Reunião recente realizada com o governador não acalmou em nada os ânimos. Fonte ligada à Frentinha confidenciou à reportagem que além de a estratégia ferir o interesse de aliados, a maneira com a qual Taques tratou os partidos menores foi vista como grosseira e desrespeitosa.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jackson
    05 Ago 2018 às 18:17

    É Pedro Taques, quem te viu quem te vê!!! Vai pagar pela arrogância, pela incompetência, o povo não é mais o bobó chera chera que o senhor sempre achou!!!

  • Luciana
    05 Ago 2018 às 13:02

    Ninguém quer ficar nessa barca furada,desfilar no Bateau Mouche rio Cuiabá abaixo é horrível...????????

  • Ex-eleitor do Taques
    05 Ago 2018 às 12:06

    Governo em fim de mandato é assim é dificil até para achar que queira se safricar para ficar ao lado do Governador rejeitado...

  • joao
    05 Ago 2018 às 11:35

    Pessoal da coligação de Taques, muito cuidado com a ata. Cada partido tem que contratar um advogado para cuidar do interesse dos candidatos do partido. Não deve confiar em palavras bonitas.

  • Ricardo Amorim
    05 Ago 2018 às 11:28

    Nesse Pedro Taques ninguém confia.

  • joaoderondonopolis
    05 Ago 2018 às 11:22

    O ditador só age com treita, a frentinha tem razão, Prado, e Nigro tem toda razão de querer abandonar o barco, é que o governador acha que os outros companheiros são bestas. Taques acha que somente ele é inteligente, subestima a inteligência dos outros. Leitão e Selma estão indo para o sacrifício, pois Taques não vai perder só, quer levar mais candidatos com ele.

Sitevip Internet