Olhar Direto

Quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Notícias / Política MT

Pátio vê sabotagem na aliança de Taques e “incendeia” militância para dar resposta nas urnas

Da Redação - Érika Oliveira

05 Ago 2018 - 15:16

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Pátio vê sabotagem na aliança de Taques e “incendeia” militância para dar resposta nas urnas
O presidente estadual do Solidariedade, prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio, fez um discurso surpreendente logo após a convenção que lançou o governador Pedro Taques (PSDB) como candidato à reeleição. Aliado de primeira ordem do chefe do Executivo, Pátio acusou a cúpula da chapa de Taques de tentar sabotar a candidatura a deputado federal de Leonardo Albuquerque (SD) e incitou a militância a dar a resposta do que ele classificou como uma “manobra” nas urnas. “Agora é a hora da onça beber água, porque eu não vou aceitar isso”, disparou.

Logo após as declarações de Zé do Pátio, Taques afirmou que uma nova reunião seria realizada na tarde deste domingo (05) e garantiu que irá defender a reclamação do Solidariedade. Conforme noticiou Olhar Direto, a crise das chapas proporcionais teve inicio porque o PSDB adotou a estratégia de dividir o “chapão” e colocar PSL e Solidariedade de um lado e PSDB e PPS do outro.

Leia mais:
Marrafon contraria Taques e afirma que crise na chapa proporcional ainda não está sanada

“Nós unimos seis partidos em torno dele [de Taques], para hipotecar apoio à candidatura dele, porque queriam isolá-lo. Mas eu já falei que eu não aceito isolar o nosso federal. Eu quero aqui dizer que tem a lei de Newton, que diz que toda ação tem uma reação na mesma intensidade e na mesma direção. Se querem fazer isso com nosso deputado federal, vão fazer com toda a militância, porque a militância não vai aceitar”, desabafou Zé do Pátio, sendo ovacionado pela militância presente.

O desconforto entre os aliados do governador era nítido durante a convenção. Apesar do discurso de “união” e de Taques ter dado como resolvida a crise com a chapa proporcional, tanto Zé do Pátio como o presidente do PPS, o pré-candidato a deputado federal Marco Marrafon, não escondiam o incomodo. Vale destacar que durante o seu discurso, o governador Pedro Taques sequer citou o PPS quando falou dos partidos aliados.

“Vocês estão me vendo com a cara de contrariado durante toda a convenção, e eu não podia deixar desabafar. Eu nunca fiz política escondendo as coisas que acontecem nos bastidores. Eu não aceito o que eu estou vendo, então eu peço a militância para me ajudar, porque essa luta não é só minha. Eu não tenho medo dessa burguesia, eu não tenho medo dessa elite”, justificou Zé do Pátio.  

“Eles podem querer esvaziar o nosso projeto, mas quem vai fortalecer esse projeto é a nossa militância. Eu termino pedindo a Deus que nos dê forças para que a gente consiga superar tudo isso, e conseguir uma grande vitoria dia 7 de outubro para o doutor Leonardo e para os nosso deputados estaduais”, acrescentou.

Panos quentes

As declarações de Zé do Pátio foram dadas durante a convenção do Solidariedade, que está sendo realizada neste domingo, no mesmo local em que foi lançada a candidatura do governador Pedro Taques.

Logo após a fala do prefeito, Taques foi até o local tentar apaziguar a situação. O governador afirmou que iria defender a reclamação do partido durante a reunião prevista para ocorrer ainda hoje. No entanto, não deu garantias de que as candidaturas dos deputados do partido estão asseguradas, muito menos negou que as acusações de Zé do Pátio não eram reais.

“Temos uma reunião agora as 14h30 para tentar resolver isso. Eu vou defender isso lá nesta reunião. Por que o Leonardo será um grande deputado federal. Nós temos deputados estaduais, aqui no SD que tenho certeza, bem representarão Mato Grosso na Assembleia Legislativa. Vocês são candidatos, não de quantidade, sim de qualidade. Portanto Zé, eu vou defender os seus interesses lá. O compromisso do SD é o meu compromisso”, disse o governador.

PSL, Solidariedade e Frentinha

Conforme noticiou Olhar Direto no sábado, a crise das chapas proporcionais se estende à ‘Frentinha’, PSL e Solidariedade. Isso porque o PSDB adotou a estratégia de dividir o “chapão” e colocar PSL e Solidariedade de um lado e PSDB e PPS do outro. Para alguns aliados, o plano prejudica a candidatura a reeleição de Victório Galli (PSL) e Doutor Leonardo (Solidariedade).

PSL, Solidariedade e ‘Frentinha’ desejam um chapão com todos partidos, para que o grupo faça o maior número de deputados federais possível. Reunião recente realizada com o governador não acalmou em nada os ânimos. Fonte ligada à Frentinha confidenciou à reportagem que além de a estratégia ferir o interesse de aliados, a maneira com a qual Taques tratou os partidos menores foi vista como grosseira e desrespeitosa.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • paulo
    06 Ago 2018 às 06:55

    Profa. Débora, tem mais é que declarar apoio ao Marrafon, pois você só vive de trocas, de migalhas, apoio em troca de cargo. Tinha que sobressair pela competência e não pelo puxa-saquismo. Lamentável, por isso que esse País está essa merda, por causa de pessoas oportunistas como você.

  • Tobias de Aguiar
    06 Ago 2018 às 00:53

    Mais um ficha suja!

  • Critico
    05 Ago 2018 às 23:52

    Não voto em nenhum candidato das coligações de Pinóquio, pois esse cidadão nunca .

  • Bea
    05 Ago 2018 às 23:20

    Daremos a resposta sim, e ela será: Fora Taques.

  • Valéria Plotez
    05 Ago 2018 às 22:32

    De traição e sabotagem esse Ze do Papo entende muito bem... agora chupa essa manhã...

  • Luciana
    05 Ago 2018 às 21:56

    Só os loucos e sem votos ficaram com Pedro Taques!!

  • Luis Carlos
    05 Ago 2018 às 21:02

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • joaoderondonopolis
    05 Ago 2018 às 19:36

    Zé do Pátio prometeu 30 mil votos para o Dr. Leonardo só em Rondonópolis. Brincadeira de mal gosto, eu calculo como Zé do Pátio está com a população deve conseguir até 100 votos para o Dr. Leonardo.

  • Gilmar
    05 Ago 2018 às 18:49

    Quem é pátio?

  • Jackson
    05 Ago 2018 às 18:10

    Vai cuidar de Rondonopolis prefeito que anda muito mal!!! O senhor não tem moral para falar nada!!!

Sitevip Internet