Olhar Direto

Sábado, 22 de setembro de 2018

Notícias / Política MT

70% de verba articulada por Maggi, WF e prefeito será usada para equipar PS; R$ 30 milhões para obra

Da Redação - Érika Oliveira

13 Set 2018 - 17:10

Foto: Reprodução/Assessoria

70% de verba articulada por Maggi, WF e prefeito será usada para equipar PS; R$ 30 milhões para obra
O Governo Federal, por meio dos Ministérios de Planejamento e Saúde, destinou R$ 100 milhões para a Prefeitura de Cuiabá concluir o novo Pronto-Socorro da Capital. 70% dos recursos vão ser utilizados para equipar a unidade e os R$ 30 milhões restantes serão empregados na finalização da obra física. A verba foi viabilizada através da articulação do ministro Blairo Maggi (PP), senador Wellington Fagundes (PR) e do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

Leia mais:
Wellington acusa Taques de não repassar verba da bancada federal para o novo pronto-socorro

“Fico feliz pela atenção que o Governo Federal está dando para Cuiabá e em poder ajudar a resolver um problema que aflige a população mato-grossense, que é a questão do Pronto-Socorro. E principalmente encerrar a minha participação no Ministério, em dezembro, entregando essa importante obra para a Capital”, declarou o ministro Blairo Maggi, durante almoço que contou com a presença de toda a bancada federal e do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Inicialmente o ministro e a bancada, junto com o prefeito Emanuel Pinheiro, iriam anunciar a vinda dos recursos em uma visita às obras do novo hospital, mas a agenda precisou ser desmarcada. Uma comissão técnica do Ministério da Saúde, no entanto, esteve no local para entender de que maneira a verba será empregada.

É importante destacar que estes R$ 100 milhões são um dinheiro novo e não possuem ligação com a verba da bancada federal, repactuada para ajudar o Governo de Mato Grosso a quitar dívidas com a saúde pública.

No ano passado, após muita polêmica, o Governo, a Prefeitura de Cuiabá e a bancada federal de Mato Grosso no Congresso firmaram um acordo para usar os recursos de emendas parlamentares da União para o custeio da Saúde do Estado. Em contrapartida, o Executivo ficou responsável por repassar os R$ 82 milhões necessários para equipar o novo Pronto-Socorro.

Conforme divulgado pelo Olhar Direto, na última quarta-feira (12), Wellington Fagundes afirmou que o repasse ainda não ocorreu. “Transferimos este recurso para o Estado, com um documento assinado por toda a bancada e pelo próprio Governo do Estado. Infelizmente o Governo não cumpriu, utilizou o recurso e hoje está atrasado com os repasses para as Santas Casas, hospitais filantrópicos, municípios de Mato Grosso, inclusive também com a Prefeitura, com o Pronto Socorro e Hospital de Cuiabá. Isso é uma dívida do Governo do Estado, isto está assinado, compromissado”, disse. O Governo nega os atrasos.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o prefeito Emanuel Pinheiro explicou que esse aditivo é de suma importância para o novo Pronto-Socorro e se comprometeu a explicar, em coletiva de imprensa a ser realizada nos próximos dias, de que maneira todos estes recursos serão alocados.

15 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • janaina tavares
    14 Set 2018 às 10:44

    Isso só foi capaz devido a um ótimo projeto. Parabéns aos honrados servidores da SMS capitaneados pelo Secretário de Saúde Huark.

  • Andre
    14 Set 2018 às 10:17

    Enquanto eles comem, por culpa exclusivamente nossa, nós morremos de fome, parabéns a nós, merecemos esse sofrimento todo, continuamos a reeleger esses políticos e eleger os seus familiares, e ainda queremos mudança.

  • marcelo
    14 Set 2018 às 07:50

    Eles bebem água purissima a melhor do centro oeste.

  • LEI
    14 Set 2018 às 06:55

    Caramba, nunca vi tanto meliante reunido

  • Caio Oliveira
    14 Set 2018 às 00:12

    Nessa eleição, é 500 neles. Vamos de Procurador, ou preferem essea ai?

  • JOSE SANTANA ROSA DO NASCIMENTO JUNIOR
    13 Set 2018 às 22:10

    ESPERO QUE FAÇAM A LICITAÇÃO VISANDO E CONOMIA DO DINHEIRO PUBLICO NA AQUISIÇAÕ DOS EQUIPAMENTOS

  • Messias
    13 Set 2018 às 21:42

    Raposas cuidando do galinheiro. O povo tá lascado.

  • por justiça
    13 Set 2018 às 21:34

    E so livantar o tapete ai vai ver a sucheira que essa turma carrega fica de olho meu povo que o dinheiro e do nosso dos impostos que pagamos olho bem aberto,....

  • Cláudia Luciana_funcionária pública
    13 Set 2018 às 19:30

    E o ano que vem tudo vai melhorar com a saída de Pedro Taques do governo...vai acabar essa energia negativa!!

  • José
    13 Set 2018 às 19:21

    O que é que o arroz de festa, papagaio de pirata do Valdenir está fazendo aí? Ele não é apoiador do MM? Ou já foi dispensado?