Olhar Direto

Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Após foto 'polêmica', vigilância sanitária não encontra irregularidades em carne mas faz ressalvas em açougue

Da Redação - Wesley Santiago

11 Out 2018 - 15:25

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto/Reprodução

Após foto 'polêmica', vigilância sanitária não encontra irregularidades em carne mas faz ressalvas em açougue
A vigilância sanitária de Cuiabá esteve na Casa de Carne Zé Cupim II, para fiscalizar a procedência da carne do estabelecimento, que se viu envolto em uma polêmica na última quarta-feira (10), quando uma imagem com os produtos sendo descarregados do porta-malas de um carro 'viralizou' nas redes sociais. Ao Olhar Direto, ainda ontem, o proprietário Francisco Jucenilson da Silva Souza disse que o caminhão que levaria os produtos estragou e para não perdê-los resolveu buscá-los com o seu veículo de passeio.

Leia mais:
Proprietário de açougue explica foto que 'viralizou' de carne retirada de porta-malas

Durante a fiscalização da vigilância sanitária, constatou-se que a carne relatada na denúncia possuia carimbo de inspeção federal, nota fiscal de procedência, apresentava características (cor, odor e textura) em conformidade com o que é pedido. 

O proprietário relatou o mesmo que disse ao Olhar Direto, sobre o caminhão do transporte ter quebrado. Ainda durante a mesma inspeção, foram constatada algumas irregularidades no local e - por conta disto - foi dado um prazo para que o estabelecimento se adeque. Além disto, o dono da casa de carnes recebeu orientações sobre as condições de transporte, armazenamento e exposiçaõ dos produtos. 

O prazo para que o dono regularize os pontos indicados é de 30 dias. O não cumprimento do mesmo, irá acarretar em aplicações de penalidades previstas na legislação. 

Palavra do dono

“O caminhão estava vindo trazer a mercadoria e estragou no meio do caminho. O cara me ligou e para a carne não perder temperatura, fui buscar. Cheguei aqui, descarreguei a carne. Não é um jeito certo de transportar, mas para não perder a qualidade do meu produto, tive que ir buscar, forrei o porta-malas. Tenho nota de tudo”, disse o proprietário ao Olhar Direto.

Francisco ainda argumenta que “não acreditava nesse negócio de ‘fake news’ e me acontece isso. A pessoa tem que, antes de fazer uma denúncia destas, verificar o que está acontecendo. Olha minhas carnes aqui, são todas frescas, bonitas. Comecei a receber um monte de ligações. Os impostos que eu pago, ninguém vem aqui divulgar. É muita coisa, demorei 50 dias para colocar isso aqui tudo em ordem, com alvará e tudo. As fiscalizações aqui são constantes”.

Por fim, o proprietário comentou sobre a repercussão “teve um programa de TV ao vivo hoje que não tiveram o trabalho de perguntar para mim e já soltaram dizendo que a gente estava errado. Eu tive que ligar lá para tentar amenizar o prejuízo que me causaram. Tenho as notas de tudo, do gado que eu compro. Trabalhamos com volume, temos duas casas de carne. Só aqui, são quatro funcionários que dependem disso”.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alyne
    12 Out 2018 às 02:19

    Isso me cheira "gente invejosa"... Perder tempo, acabar com um pequeno empresário? Feio demais!

  • Paulo
    12 Out 2018 às 01:01

    Quanto que está o kg da picanha ai???

  • Agripino
    11 Out 2018 às 21:14

    Estou deveras impressionado com o comentário da mulher má, ela tá pensando para comentar graças a integração da internet, e claro sempre vê fundamentos no e de muitos comentários de pessoas que pensam e sabem expor ideias, mas no final ela detonou um termo à lá mulher má.

  • CALEB MIGUEL DA PAIXAO
    11 Out 2018 às 18:17

    Isso acontece todo dia lá feira do porto, é estranho mas acontece!

  • Homero
    11 Out 2018 às 17:06

    Isso aí serviu pra calar boca de muita gente sem ter o que fazer.

  • Seu Tiburcio
    11 Out 2018 às 17:00

    O problema nao eh quem tirou a foto em si, mas programetes de tv de quinta que expoe isso tudo sem verificar o que acontece! Parabens ao açogueiro, ganhou um cliente.

  • Deia
    11 Out 2018 às 16:37

    Como uma palavra pode acabar com uma vida, com uma empresa nem procuraram saber o que estava acontecendo ja detona o acougue divulgando na midia mas como a verdade aparece esta ai comprovado que nao ha irregularidades olhar direto veja a procedencia da reportagem para depois divulgar .

  • Deia
    11 Out 2018 às 16:37

    Como uma palavra pode acabar com uma vida, com uma empresa nem procuraram saber o que estava acontecendo ja detona o acougue divulgando na midia mas como a verdade aparece esta ai comprovado que nao ha irregularidades olhar direto veja a procedencia da reportagem para depois divulgar .

  • Mulher ma
    11 Out 2018 às 16:18

    Pois é! O caminhão estragou mas será que a pessoa que filmou não poderia ter pensado nisso? Aos invés de jogar 4 pedras no dono açougue pelo pequeno improviso que fez.? Abriu o comércio Paga impostos Gera emprego Tem fiscalização e ainda sofre com os metidos a perfeitinhos. As vezes nada do que a gente trabalha e faz Não sai sempre da melhor maneira. O dono luta pra sobreviver e só acha quem joga pedra!!! Se não gosto do que viu? Simples: Não compre Mas prefere fazer escândalo por causa disso . Se vejo Simplesmente saio de fininho e não compro Acho que cada um cuidando do seu rabo e a melhor coisa!

  • costa
    11 Out 2018 às 16:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet