Olhar Direto

Domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias / Educação

Tempestade danifica 15 escolas da capital e Prefeitura adota providências

Da Redação - Vitória Lopes

31 Out 2018 - 17:15

Tempestade danifica 15 escolas da capital e Prefeitura adota providências
A equipe da Diretoria de Infraestrutura da Secretaria Municipal de Educação (SME) está desde o início da manhã percorrendo as unidades escolares da Rede Municipal de Educação. Cerca de 15 unidades tiveram problemas após serem atingidas pelos fortes ventos e a chuva que caiu em Cuiabá, no final da tarde e início da noite de terça-feira (30).

Leia mais:
Prefeitura implanta projeto visando reduzir o desperdício de alimentos nas escolas


Os estragos aconteceram principalmente nos telhados, resultando em goteiras, caibros quebrados e outros problemas.

Segundo o secretário de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos, os reparos nas unidades atingidas pelas chuvas será feito com verba emergencial. “Nós sabemos que isso é um problema recorrente nas nossas unidades. Muitos anos sem manutenção em boa parte das unidades, estão sobrecarregando o nosso atendimento e os investimentos que devem ser feitos. Nem por isso o prefeito está se eximindo da responsabilidade, e as intervenções necessárias estão sendo feitas”, disse.

Somente nesta gestão mais de 90% das unidades já passaram por algum tipo de intervenção com serviços de manutenção em pequena, média e alta complexidade, totalizando 150, das 164 unidades, já atendidas. “Sabemos que temos muito trabalho pela frente. O Prefeito Emanuel Pinheiro já garantiu recursos próprios da ordem de R$ 10 milhões que serão investidos no programa de manutenção em 2019. Agora estamos buscando junto aos vereadores e ao governo federal, recursos de emendas, no valor de R$ 15 milhões, para que possamos dar início ao programa de troca de telhado, começando com 70 escolas em 2020”, salientou o secretário.

Em relação às unidades atingidas pelas últimas chuvas os reparos terão início imediatamente, assim que o levantamento for concluído, para que não haja prejuízo aos alunos.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Lisandro Peixoto Filho
    31 Out 2018 às 20:34

    Sai governo entra governo, e verbas da educação aplicadas em remendos de péssimas obras, e nunca a finalidade principal, que deixada a segundo plano.