Olhar Direto

Domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias / Educação

Estudante trabalha o dia todo e faz curso à noite para realizar sonho de ser médico

Da Redação - Thaís Fávaro

04 Nov 2018 - 07:00

Foto: Prefeitura/Arquivo Pessoal

Estudante trabalha o dia todo e faz curso à noite para realizar sonho de ser médico
O estudante Ivoney da Silva Borges, de 25 anos, trabalha em horário comercial e à noite segue para o cursinho preparatório público. Desde 2015 ele se prepara para alcançar uma boa nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ingressar na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) para cursar medicina. Ele contou ao site Olhar Direto um pouco das dificuldades que passa para realizar esse sonho.

Leia mais
Professora dá dicas de como se preparar para o Enem 
 
Ivoney concluiu o ensino médio em 2010 pelo Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT). Na época ele não tinha certeza de qual carreira pretendia seguir, então não se preparou para nenhum vestibular. Em 2011 ele iniciou o curso de Tecnologia em Redes de computadores no IFMT e durante o curso já começou a cogitar fazer outro, mas decidiu se formar primeiro e hoje trabalha na área de informática e ganha aproximadamente dois salários mínimos.

Ele espera que com o curso e a formação de médico possa proporcionar um futuro melhor para ele e a família. "Eu quero estudar o máximo possível para conseguir resolver os problemas das pessoas, quero aprender sobre as doenças e como resolve-las, quero fazer a diferença na vida das pessoas".

A opção por medicina veio oficialmente em 2015. Desde então ele conta com o apoio dos pais e amigos na preparação. Em 2016 ele começou a estudar em casa, por conta própria, mas viu que a dificuldade era muito grande e optou então por entrar em um cursinho preparatório.

Ivoney entrou Curso Preparatório Comunitário (CPC – Médici) e relata que se surpreendeu com o curso. “Ao contrário que a maioria das pessoas pensam que um cursinho comunitário por ser gratuito é fraco, confesso que antes eu pensava assim, mas logo nas primeiras aulas meu conceito mudou”. Ele ainda afirma que o curso tem o ajudado muito a revisar as matérias e nas que sozinho ele provavelmente não se dedicaria.

“Esse ano estou bem mais confiante e preparado, foquei bem mais em redação e matemática, esse ano eu passo!”, projeta para esse ano.

Horários Enem 2018 em Mato Grosso

O Enem 2018 será aplicado em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal, seguindo o Horário Oficial de Brasília. Este ano, o início do horário de verão coincidirá com o primeiro domingo de aplicação de provas, 4 de novembro. Portanto, como em edições passadas, o Enem será aplicado em quatro fusos horários distintos. Em Mato Grosso os horários são;

11h – Abertura dos portões
12h – Fechamento dos portões
12h30 – Início das provas

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alyne
    05 Nov 2018 às 13:19

    ah! outra coisa BEA: Bolsonaro quer cobrar taxa dos alunos de classe média nas UFs, mensalidade dos filhinhos de papai para ajudar os baixa renda! Mas vc prefere ter as informações do "feicebuque"

  • Alyne
    05 Nov 2018 às 13:17

    BEA: Por favor, para de passar vergonha que o presidente eleito NUNCA FALOU ISSO! Ele disse que o PT endividou os estudantes e quer baixar juros do fies... 10.000.000.000 de reais em dívidas, sabia disso? Prouni foi o programa que mais teve desvios de recurso e pronatec tb! de 10 alunos 4 eram fantasmas! Querida, vergonha alheia por vc, sua falta de informação e invenção!

  • Chico Bento
    05 Nov 2018 às 07:43

    Antigamente não existia ENEM, quotas de forma alguma, cursos só nas cidades maiores e todos com rara exceção trabalhavam e estudavam.

  • Bea
    04 Nov 2018 às 17:20

    Esse sonho se distância cada vez mais da vida dos brasileiros, até pq o presidente eleito acha desnecessário o ensino superior, ProUni, FIES e outros de ajuda e estímulo à alunos carentes sairá de cena e com certeza repasses as universidades, sendo assim: oremos.

  • Flávio
    04 Nov 2018 às 16:50

    E isso mesmo meu amigo, ABS...

  • Curimbatá
    04 Nov 2018 às 09:26

    Tchoradeira e ranger de dentes nos seguntes locais: SINTEP, CUT, ADUFMAT, CENTROS ACADÊMICOS DA UFMT, CENTRO BURNIER FÉ E POLÍTICA, CNBB E ESCOLA PRESIDENTE MÉDICI. Bolsomito Eleito