Olhar Direto

Domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias / Política MT

Servidores dão prazo de uma semana para governo pagar RGA antes de nova greve geral

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

05 Nov 2018 - 17:47

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Servidores dão prazo de uma semana para governo pagar RGA antes de nova greve geral
Representantes do Fórum Sindical se reuniram no início da tarde desta segunda-feira (5) e anunciaram que caso o governador Pedro Taques (PSDB) não cumpra dentro de uma semana o compromisso de pagar os salários com a primeira parcela da Revisão Geral Anual (RGA), o funcionalismo público pode paralisar por tempo indeterminado.

Leia mais
Governo confirma que não tem condições de pagar RGA conforme acordado com servidores


Os servidores reivindicam que Taques pague a primeira parcela dos 4,19% do RGA, compromisso que foi firmado pelo governador em 2017. Para os sindicalistas, caso o Executivo não faça o pagamento, dará legitimidade para que se inicie uma greve. Se o pagamento não for feito até o próximo dia 10, os servidores convocarão assembleia já na segunda-feira (12).

“Isso vai depender do calote, da inadimplência. A partir do momento que o Governo chegou a data de pagamento, que pela Constituição Estadual é permitido dia 10, muito embora nós passamos muitos anos recebendo dentro mês, houve esta modificação por este Governo. A partir do dia 10, se o salário cair atrasado ou sem a parcela do RGA, nós já consideramos que existe uma inadimplência, e isso já nos dá legitimidade, inclusive o próprio STF já manifestou que a greve é possível sim. Tem muita gente que está entendendo errado achando que o servidor não tem direito a greve, mas ele tem direito a greve sim, a partir do momento que ele esteja militando por um direito que está comprovadamente lesado”, explicou a coordenadora do Fórum Sindical Cristina Vaz.

A manifestação foi uma resposta à mensagem do Executivo, que nesta manhã, por meio do secretário de Fazenda Rogério Gallo, deixou claro que o Estado não terá condições para fazer o pagamento da parcela, que é avaliada em R$ 15 milhões.

De acordo com o titular da Sefaz, o pagamento do RGA nesta semana iria comprometer o pagamento da folha salarial dos servidores, cenário que ele garantiu que não irá acontecer.

Para o presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Meio do Poder Executivo de Mato Grosso (Sinpaig-MT), Edmundo César Leite, os servidores são contra a greve, porém acreditam que será o único meio para chamar a atenção do governador.

“O que mais preocupa os servidores é que a palavra do Governo era uma, de que o dinheiro estava separado, o dinheiro estava em caixa e que precisava apenas de um ok do Tribunal de Contas... Ainda estamos confiando na palavra do secretário Ciro Gonçalves de que o dinheiro do RGA está reservado... Estamos com esta esperança ainda. Não queremos fazer greve por que não é o papel do servidor fazer greve, mas é o único recurso que vai nos sobrar”, explicou.

Já o diretor jurídico do Sinpaig, Antônio Wagner Oliveira disse que prefere não acreditar que o governador está se vingando pelos enfrentamentos sofridos pelos servidores durante seu governo.

“Eu não acredito nesta mesquinhez. Acredito que o governador tenha um espírito cívico, estadista e não utilizaria de uma vingança de péssimo gosto como esta, pelos servidores terem feito enfrentamentos dia após dia em seu governo. Não fizemos isso por não gostar do Pedro Taques e sim por que sua política fiscal era errante, só privilegiava grandes grupos econômicos como o pessoal do agronegócio”, finalizou.

45 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cidadã brasileira
    07 Nov 2018 às 19:21

    "Um minuto de silêncio para quem pensa que servidor público não se enquadra como contribuinte..." Cada coisa que a gente tem que ler, viu? Imposto de servidor público é RETIDO na fonte. Todos nós somos pagadores de impostos. Agora, se vc acha que estão fazendo "corpo mole", exija seus direitos. Todos têm o dever de prestar um bom serviço. Seja empresa pública ou privada. Apenas se esforce para se lembrar que TODOS nós somos contribuintes para que seus argumentos sejam mais consistentes.

  • Bell
    07 Nov 2018 às 18:08

    "Tá insatisfeito, pede as contas, vai pra iniciativa privada...mimimimi" é o cúmulo da falta de argumento. Mas não dá para esperar muito de quem se dispõe ao papel ridículo de massa de manobra, terceirizando o pensamento sem fazer uma análise crítica dos fatos. Só espero que vcs, caso sejam grandes empresários, não vendam seus produtos para servidor público. Não precisem do dinheiro deles. Afinal, pode ser dinheiro de rga, não é mesmo?! Se forem comissionados, devem estar com medo de perder a mamata. Vão por mim, é mais fácil passar num concurso do que ser bajulador - me coloco no lugar de vcs e imagino o quão é complicado.

  • PARA CIDADÃ BRASILEIRA
    07 Nov 2018 às 17:43

    O CONTRIBUINTE BANCA OS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS, OS DESGOVERNOS, O JUDICIÁRIO, E AINDA MUITOS PAGAM PLANOS DE SAÚDE, SEGUROS, ESCOLAS ,PAGA DUAS VEZES FIQUE SABENDO , TEM MÉDICOS QUE NA REDE PÚBLICA QUE ESTÃO NEGANDO ATENDIMENTOS ,AQUELE VISOR QUE FICA NA RECEPÇÃO MOSTRANDO SEUS NOMES ESTÃO EXIGINDO P/ TIRAR PARA QUE O POVO NÃO SAIBA QUE ESTÃO FAZENDO CORPO MOLE !!

  • PARA PAGADOR DE IMPOSTOS
    07 Nov 2018 às 17:39

    É ISSO AÍ MEU AMIGO ,MANDA METADE EMBORA POIS P/ CADA UM QUE TEM NO FUNCIONALISMO PÚBLICO EXISTE MAIS UM P/ ESCORAR ESSA CONTA NÃO FECHA NUNCA !, E OUTRA NÃO TA CONTENTE PEDE AS CONTAS COMO NA INICIATIVA PRIVADA !

  • VAMOS PROGREDIR
    07 Nov 2018 às 17:37

    QUEM NÃO ESTÁ CONTENTE COM O SALÁRIO DEVE PEDIR DEMISSÃO PEDE PRA SAIR COMO É NA INICIATIVA PRIVADA, ESSA ESTABILIDADE TEM QUE ACABAR NOS PRÓXIMOS CONCURSOS TEM QUE COLOCAR A SUPERVISÃO E RESULTADOS SENÃO RUA R.U.A COMO É NA INICIATIVA PRIVADA !!!

  • P/ avança logo mt
    07 Nov 2018 às 11:09

    Acabem com meus direitos. Pois só comprarei comida e combustível. O resto, peço de outro país. Junto cada centavo. Vamos ver o efeito cascata se muitos pensarem como eu.

  • AVANÇA LOGO MT
    07 Nov 2018 às 09:39

    TEM QUE ACABAR COM A ESTABILIDADE POIS SENÃO PRODUZIR MANDA EMBORA COMO É NA INICIATIVA PRIVADA ,FEZ CORPO MOLE É RUA !! E OUTRA SENÃO HÁ RECURSOS VAI PAGAR COMO ?? SENÃO CUIDAR VIRA GRÉCIA E RIO DE JANEIRO !!

  • Pacificadora
    06 Nov 2018 às 18:10

    Com o devido respeito aos representantes do Forum Sindical de tantas lutas pelos servidores, acho que não é momento para radicalizar, fazer o jogo revanchista dos vencidos nas eleições, que afinal são os responsáveis pelo caos do pais e agora querem quanto pior melhor. As portas de assumir o governo tanto federal e estadual quer e precisa de uma trégua para arrumar a bagunça do PT.

  • Jacobina
    06 Nov 2018 às 17:39

    Não é hora de revanchismo, a polarização das eleições deixou os ânimos exaltados, a crise recomenda já ir pensando na pacificação com uma trégua para arrumar a bagunça do PT. Cuidado. É isso que querem. Radicalizar só vai piorar. Conselho e caldo de galinha nunca fez mal.

  • digao
    06 Nov 2018 às 17:03

    pedro malvadeza por pura birra esta gerando esse problema, e tem muito cidadão burro acreditando nas lorotas de pedro achando que servidor seria o problema , o problema é quere dar tudo pra tribunal e assembleia e nada pro executivo, e ainda poe uma midia comprada pra jogar culpa das birras de pedro nos servidores