Olhar Direto

Domingo, 18 de novembro de 2018

Notícias / Cidades

Chuva forte causa transtornos a motoristas e alaga bairro da capital; veja vídeo

Da Redação - Fabiana Mendes

07 Nov 2018 - 16:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Chuva forte causa transtornos a motoristas e alaga bairro da capital;  veja vídeo
A forte chuva que atingiu Cuiabá na tarde desta quarta-feira (7) deixou ruas do bairro Despraiado totalmente alagadas. O trânsito ficou complicado para os motoristas que se arriscaram a trafegar na região por volta das 15 horas.

Leia mais: 
Chuva intensa alaga Prainha e provoca apagão em bairros de Cuiabá; veja vídeo

Um vídeo gravado no momento da chuva mostra uma rua tomada pela enxurrada. Alguns motoristas encontraram dificuldades no tráfego naquele bairro. A previsão do Clima Tempo apontava o volume de 15 milímetros na capital.  

O diretor da Defesa Civil de Cuiabá, coronel Paulo Wolkmer, disse ao Olhar Direto que foram registrados 33 milímetros de chuva entre 14h30 e 15h30. O volume é considerado alto e caracteriza chuva de intensidade forte.
 
No entanto, o volume em alguns bairros é menor, como, por exemplo, o Osmar Cabral, onde foram registrados apenas 5 milímetros durante o período de hora.

Na mesma tarde, um sargento da Polícia Militar ficou preso às ferragens após uma viatura capotar na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, popularmente conhecida como Avenida do CPA, em Cuiabá. O acidente aconteceu por volta das 15 horas, nas proximidades do Parque Massairo Okamura, durante a chuva, que pode ter contribuído para o fato. As circunstâncias ainda deverão ser apuradas.
 
O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, que é ligado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), também emitiu um alerta para a possibilidade de tempestades de raios, vendaval e acumulado de chuva.
 
Vale lembrar que a forte chuva da última segunda-feira (5), provocou alagamentos em diversos pontos da cidade, como na avenida Tenente-Coronel Duarte, popularmente chamada de Prainha, na esquina com a avenida Isaac Póvoas. Além disso, alguns bairros ficaram sem energia elétrica.

 

Atualizada às 17h02

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuyabana
    07 Nov 2018 às 17:33

    Mato Grosso apresenta, devido sua localização geográfica, duas estações climáticas predominantes: uma quente, úmida , chuvosa e outra estação seca. Novembro é um dos meses da estação chuvosa, logo a natureza está fazendo sua parte. Não foi a chuva que causou transtornos, mas sim a falta de infraestrutura das ruas, a falta de saneamento básico para escoamento das águas pluviais, a péssima engenharia de trânsito, a falta de educação das pessoas e, é claro, o fato de as pessoas não praticarem direção defensiva. Precisamos de chuva, caso contrário não deveríamos reclamar do calor quase desértico durante a estação seca. Notícias falam do "clima desértico de Cuiabá", mas quando a chuva vem, novas notícias a acusam de transtorno... Não seria o caso de noticiar que "falta de infraestrutura e excesso de má condução provocam transtornos em dia de chuva"?

  • ZE NINGUÉM
    07 Nov 2018 às 16:29

    PERCEBE-SE A EDUCACAO DO BRASILEIRO NO TRANSITO VENDO O VIDEO. ESSE PAIS É NOJENTO.

Sitevip Internet