Olhar Direto

Quarta-feira, 20 de março de 2019

Notícias / Política BR

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães pode ser privatizado por Bolsonaro

Da Redação - Wesley Santiago

19 Nov 2018 - 11:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães pode ser privatizado por Bolsonaro
O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, localizado nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, poderá ser privatizado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Um plano de privatização foi encaminhado pela equipe do presidente Michel Temer (MDB) para a equipe de transição do pesselista. As informações são do Estadão.

Leia mais:
Recém-inaugurada, ‘Estrada da Chapada’ carece de iluminação, redutores de velocidade e acessibilidade; fotos e vídeos
 
O plano do governo de Temer tem a ideia de privatizar nove parques nacionais, entre eles o da Chapada dos Guimarães. O objetivo será aliar a preservação ambiental ao turismo. Além da área mato-grossense, também estão no projeto: Serra da Canastra, Lençóis Maranhenses e o Parque Nacional de Jericoacoara.
 
Hoje, das 324 unidades de conservação no País, só 53 estão abertas à visitação. As quatro já concedidas à iniciativa privada são responsáveis por 60% do ecoturismo no Brasil. Nos Estados Unidos, os parques recebem, em média, 300 milhões de pessoas por ano e faturam R$ 60 bilhões. Por aqui, em 2017, foram 10,7 milhões de turistas, com faturamento de R$ 2 bilhões.
 
O estudo que Bolsonaro receberá é uma continuação do programa já iniciado na gestão Temer. Até o final do ano, o ministro Vinicius Lummertz (Turismo) deve concluir a concessão da Chapada dos Veadeiros (GO) e do parque Pau Brasil (BA). Pelos cálculos do governo, o plano deve render R$ 140 milhões em outorgas e R$ 153 milhões em investimentos privados.
 
Parque Nacional da Chapada dos Guimarães
 
Localizado nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, seu acesso é feito pela Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251). Da capital mato-grossense até o parque são 50 quilômetros. Se o ponto de partida for a cidade de Chapada, a entrada está a 11 quilômetros de distância.
 
Entre as atrações estão: Mirante do Véu de Noiva, a Cachoeira dos Namorados e Cachoeirinha, o Circuito das Cachoeiras, a Casa de Pedra, Cidade de Pedra, Morro de São Jerônimo e a Travessia do Morro de São Jerônimo.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • London
    20 Nov 2018 às 11:27

    Que contradição! O Ônix Lorenzoni disse que: " Países estrangeiros nao sao donos dos recursos naturais brasileiros, logo nao devem opinar sobre como devemos tratar esse assunto, e que se esses paises tivessem cuidado dos próprios recursos naturais nao precisariam dos nossos. Bom! Sem ajuda financeira e pressão política pouco teriamos hoje. E agora falam em privatização, comparam uma possível privatização dos nossos parques e reservas com as instituidas em solo norte americano. A população daqui não compreende e por isso nao valoriza e cuida do que tem. E me parece muito conveniente a "Eles" acabar com os órgãos de fiscalização ao invés de melhorar, capacitar as instituições existentes.

  • RAFAEL CESAR
    20 Nov 2018 às 10:46

    Tem que privatizar sim, precisamos de profissional, tinha que fazer isso em nobres, todas as pessoas que conheco reclamam da falta de infraestrutura das nossas atracoes turísticas, profissionalizando vem turistas com eles seus U$$$$ e com dinheiro vem emprego e transformacao social, temos que atrair o Dinheiro para o nosso estado e nao pensar em distribuir pobreza....

  • Leonardo
    19 Nov 2018 às 20:31

    Sou Gestor e Engenheiro Ambiental com mestrado na área. Trabalho a 6 anos com Unidades de Conaervação, principalmente Parques Nacionais. A privatização/concessão em modelos dinâmicos é a melhor alternativa para gestão dessas áreas. Que isso seja feito com urgência. Tem meu total apoio.

  • Bell
    19 Nov 2018 às 19:59

    "Estado não produz riqueza, empresário produz"...kkkkkkkkkkkkkkk...empresário produz riqueza para si mesmo enquanto tudo o que é público é para servir ao cidadão. Empresas estaduais também geram empregos, tá? E pelo meio mais democrático que é o concurso público. Mas, não vou entrar nesse mérito. O que mais me preocupa é que o povo em vez de cobrar a devida aplicabilidade dos seus impostos exigindo prestação de serviços com qualidade, acredita nesse discursinho tosco que privatizar é a solução para tudo. Quero ver quando não tivermos nenhuma riqueza natural ou nenhuma empresa para ser privatizada como moeda de troca e ainda tivermos pagando impostos e todo e qualquer tipo de serviço, qual vai ser a desculpa para continuarmos sendo esse país de quinta categoria. Pior coisa que tem é um povo que abdica dos seus direitos por falta de consciência.

  • Glauco Morales
    19 Nov 2018 às 17:33

    A Constituição Federal no artigo 225,§1º impôs ao poder público a obrigação de definir, em todas as unidades da federação espaços territoriais e seus componentes a serem especialmente protegidos, sendo a alteração e a supressão permitidas somente através de lei, vedada qualquer utilização que comprometa a integridade de sues atributos que justificam sua proteção. Portanto, exigiria mudar a constituição. Aquela que esse Sr. jurou seguir e respeitar.

  • Gue
    19 Nov 2018 às 14:52

    Privatizar para preservar? Não é este mesmo candidato que quer acabar com os órgãos de proteção ao meio ambiente? Acordem Alices!

  • fernando
    19 Nov 2018 às 14:28

    hj ja é cobrado para visitando dentro do parque, a privatização garantirá bons serviços a população, mais empregos e rendas para locais.

  • deovaldo
    19 Nov 2018 às 14:13

    Dessa forma quem sabe valorizarão o Estado, pois nosso povo reclama e quando vão visitar outros estados pagam o preço que cobram,,,,tem que cobrar sim,,,Estado não produz riqueza e sim Empresário....

  • arruda
    19 Nov 2018 às 13:44

    Concordo com a privatização, ai fica mais cuidado com a natureza e da mais vida aos animais que lá vivem. Se os frequentadores ajudassem a preservar ai sim seria outra coisa, o gorverno não aguenta cuidar a nao ser empresas. Tem outra coisa jogam lixos e nao ajuntam na hora de deixarem o parque vão todos para agua e ajudando a poluição. A gora pagando para frequentar ai é diferente.

  • Moreira
    19 Nov 2018 às 13:34

    A privatização é necessária haja visto que o estado tem que se preocupar com áreas como a saúde e seguranca. Que venham mais empregos na área do turismo com as privatizacoes!

Sitevip Internet