Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Filho acusado de mandar matar o pai é preso durante velório; nora e esposa da vítima envolvidos

Da Redação - Wesley Santiago

04 Dez 2018 - 10:50

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto/Reprodução

Filho acusado de mandar matar o pai é preso durante velório; nora e esposa da vítima envolvidos
A Polícia Judiciária Civil (PJC) de Marcelândia (710 quilômetros de Cuiabá) conseguiu solucionar um caso de homicídio, cometido no último final de semana, e identificou o envolvimento de seis pessoas no crime. Leandro de Souza da Silva, 18 e uma adolescente de 17 anos foram presos acusados de arquitetar o crime. A esposa da vítima, Araci de Souza, 51 anos, teria mentido em depoimento.

Leia mais:
Pai que deixou filhos de um e três anos em mata responderá por abandono de incapaz e lesão corporal
 
Adijalmo Alves da Silva, 58 anos, foi encontrado já sem vida na noite de sábado (01), na sala de sua residência no bairro Vila Esperança. O corpo estava semi decapitado e apresentava lesões provocadas por material perfurocortante. Próximo ao corpo foi encontrada uma faca, com muito sangue e uma enxada.
 
Inicialmente, a esposa da vítima e seu filho afirmaram à Polícia Civil que foram a igreja e retornaram cerca de meia hora depois, momento em que teriam encontrado Adijalmo já em óbito.
 
A cena do crime, no entanto, apontava para diversas inconsistências nos depoimentos dos familiares. Não havia sinal de arrombamento na residência, as armas que teriam sido utilizadas no crime eram da própria casa, além disso o estado do corpo da vítima apontava que a morte teria ocorrido horas antes do acionamento policial.
 
O filho, Leandro de Souza da Silva, 18, e a esposa da vítima Araci de Souza, 51, foram presos no domingo (02) durante velório de Adijalmo.
 
De acordo com as investigações, Leandro teria arquitetado a morte do pai junto com sua companheira, uma adolescente de 17 anos. Ele teria contado ainda com a ajuda de dois adolescentes para mostrarem a casa para o homem que executaria o crime [foragido]. Ao que tudo indica Araci, não estava na casa na hora do crime, mas ajudou a apresentar versão falsa sobre os fatos.
 
Leandro, que é usuário de drogas, confessou o crime e afirmou que possuía um histórico de desentendimentos com o pai motivado pelo comportamento agressivo dele com toda a família.
 
Os suspeitos (Leandro Araci e a adolescente) seguem detidos na Delegacia de Polícia de Marcelândia, à disposição do Judiciário.
 
A Polícia Civil segue em investigações no sentido de prender um homem de 22 anos, responsável por executar o homicídio, e também individualizar as condutas dos dois adolescentes que teriam participado do crime. Estes três suspeitos são primos da adolescente detida (companheira de Leandro).

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Apolo Nilton
    05 Dez 2018 às 08:51

    Como a internet através de facebook, whatsapp e outros aplicativos, revela a idiotice de pessoas pelas bobagens que escrevem.

  • aly3 (processamento dados)
    04 Dez 2018 às 21:52

    PARABÉNS PC-MARCELANDIA -MT "Porque!!!!!!!!!!! A DHPP-CBÁ ja recebeu via 197 10 denuncia ajudando solucionar CASO ocorrido 28 SETEMBRO 2008 as 16:00 Av: Julio Campos 3233 com vitima JORGE SEVERINO DE FARIAS passado item por item ...PARECE QUE tem alguem que não se interessa>. PEDINDO ATÉ PRA DHPP ir no PSM-VG pedir o B.O feito pelos PMs plantão LER O historico.. caso foi pra DRF-VG mas ligamos e dizemos que o FATO é com A DHPP - só faltando ENTREGAR O DOCE E O QUEIJO eles ou não chegam as informações ou alguem bloqueia.. A VITIMA PEDE JUSTIÇA.

  • Joaquim Teixeira
    04 Dez 2018 às 16:45

    Que família da pesada, o que esperar de umas pessoas dessas...

  • Zeca
    04 Dez 2018 às 15:09

    Ainda bem que o PT escafedeu-se do poder. Senão jamais existiria pena para bandidos frios e calculistas como estes!

  • EDNALDO
    04 Dez 2018 às 14:53

    e muito difícil falar com analfabeto politico, Dilma foi presidenta e quem cria lei são os deputados e o congresso brasileiro. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Elias
    04 Dez 2018 às 14:15

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Leal
    04 Dez 2018 às 11:36

    Pátria Educadira de Dilma Roussef!!! Adolescente “não sabe o que faz”... Indulto de Natal pra todo mundo!!!