Olhar Direto

Quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Caminhoneiro de MT é preso por ajudar em fuga de criminosos após roubo de R$ 100 milhões no MA

Da Redação - Fabiana Mendes

05 Dez 2018 - 11:40

Foto: Reprodução

Caminhoneiro de MT é preso por ajudar em fuga de criminosos após roubo de R$ 100 milhões no MA
Um caminhoneiro mato-grossense identificado como Belírio Luís Risório foi preso no final da tarde desta terça-feira (03), na região de Santa Luzia do Paruá, quando transportada dez criminosos que teriam roubado R$ 100 milhões de uma agência bancária no Banco do Brasil, em Bacabal, no Maranhão.

Leia mais: 
Cinco suspeitos de roubo a banco são presos pela PRF

A ação policial contra os criminosos aconteceu quando o Belírio, que estava em um caminhão baú não obedeceu à ordem de parada dos policiais militares. Houve uma perseguição procedida de trocas de tiros, onde três suspeitos morreram. O confronto continuou, com os demais criminosos que estavam no interior do caminhão baú. Com a chegada do reforço de demais unidades, o restante do bando, um total de dez criminosos teria resolvido se entregar.
 
A Secretaria do Estado de Segurança Pública (Sesp) do Maranhão, por meio da assessoria de imprensa, disse ao Olhar Direto que Belírio receberia a quantia de R$ 300 mil pelo transporte.
 
Ao ser detido, ele negou o crime e disse que estava sendo ameaçado pelos criminosos para participar da ação. No entanto, em oitiva com o delegado responsável acabou confessando que teria saído de Mato Grosso apenas para fazer o transporte dos criminosos.
 
O Secretário de Segurança Pública Jeferson Portela ressaltou, “Que este era o único caminho que restava para os criminosos após terem realizado o ataque criminoso contra a agência bancária de Bacabal. Após o confronto, com o saldo de 3 criminosos mortos; 10 bandidos presos, 11 fuzis, dentre eles, 2 duas metralhadoras calibre .50, armamento este usada em artilharia antiaérea e com capacidade de perfurar um carro forte. Foram apreendidos ainda, 17 coletes apreendidos. Além de cerca de 449 munições de calibre 55,6. Policiais da região e funcionários do Banco do Brasil ainda estão contando o valor em dinheiro, sendo já contados, cerca de 40 milhões”.
 
Após a prisão dos criminosos e verificação dos dados, os presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Zé Doca, onde será realizado os procedimentos legais, e depois encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. 
 
Quadrilha interestadual
 
Segundo a investigação, a quadrilha é da Bahia, possui 78 membros e é a maior em assalto a bancos do Nordeste. Tem interligação nos nove estados da região e ramificações no Uruguai, onde vive o líder do grupo identificado como José Francisco Lumes, o Zé de Lessa, considerado de altíssima periculosidade.
 
Foram mortos em confronto com a polícia Edielson Francisco Lumes, o Dô ou Titi, irmão de Zé de Lessa, que chefiava o grupo nas ações; Warley dos Reis Souza, o Bombado, que é paraense; e Gean Martins Rocha, de Araguaina, no Tocantins. Pelo menos 30 membros da quadrilha vieram para o Maranhão participar do assalto a Bacabal, segundo a polícia.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Joaquim Teixeira
    05 Dez 2018 às 13:55

    Vish, só 300 mil, serviço ficou muito barato.

Sitevip Internet