Olhar Direto

Quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Notícias / Cidades

Falso médico é preso por trabalhar em hospital público de MT e usar documentos de primo

Da Redação - Wesley Santiago

06 Dez 2018 - 12:22

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Falso médico é preso por trabalhar em hospital público de MT e usar documentos de primo
Um falso médico, identificado como Eltonlenon da Silva Farias, foi preso na última terça-feira (04), em Juara (690 quilômetros de Cuiabá), depois de fazer plantões e atender pacientes no hospital municipal. Ele entregou documentos adulterados no nome do primo dele, que supostamente seria profissional da área.

Leia mais:
Grupo de médicos seria sócio oculto de empresas investigadas por fraude em contratos com município e Estado
 
Conforme informações preliminares, o secretário de Saúde do município acionou a Polícia Militar, relatando ter procurado serviço médico para fazer plantão no Hospital Municipal de Juara, através de um grupo de WhatsApp de secretários, em que foi fornecido o contato de dois profissionais, sendo um deles Eltonlenon.
 
Ainda conforme o secretário, foi feito contato com o suspeito, que se prontificou de imediato para trabalhar fornecendo documentos como CRM e currículo, no entanto, em nome de outra pessoa.
 
Eltonlenon começou a trabalhar no Hospital Municipal de Juara na segunda-feira (03), das 17h às 07h do dia seguinte e depois das 13h às 19h do mesmo dia. Foram atendidos diversos pacientes, com prescrição de medicamentos e solicitação de exames.
 
O suspeito afirmou usar o CRM do seu primo, que é médico, e que teve acesso ao documento mediante furto realizado por ele. Declarou ainda que o currículo foi feito com dados fictícios.
 
Conduzido à delegacia pela Polícia Militar, ele foi autuado em flagrante e vai responder criminalmente pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. Além disto, também será investigado por furto.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • nonato
    06 Dez 2018 às 16:36

    mais um querendo levar vantagem...era cubano?

Sitevip Internet