Olhar Direto

Terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Notícias / Política MT

Kardec nega articulação do MDB para conduzi-lo à Cultura e garantir mandato a Romoaldo Júnior

Da Redação - Isabela Mercuri

09 Jan 2019 - 14:14

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Kardec nega articulação do MDB para conduzi-lo à Cultura e garantir mandato a Romoaldo Júnior
O deputado estadual Allan Kardec (PDT), que no próximo dia 1 de fevereiro assume a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), negou que tenha havido uma articulação do MDB, para que ele assumisse a pasta e, consequentemente, seu suplente Romoaldo Júnior (MDB) se tornasse deputado na Assembleia Legislativa (AL). Segundo o pedetista, o governador Mauro Mendes (DEM) chegou a fazer um compromisso de levar pelo menos um deputado para o secretariado, mas que poderia ser qualquer um da chapa.

Leia também:
Mauro Mendes define mais seis secretários: mantém Gallo e abre vaga para Romoaldo na AL

“Nós fizemos uma chapa grande, fomos 44 candidatos na chapa majoritária pra deputados, na chapa do candidato a governo, dos quais éramos 14 deputados estaduais. E a gente tinha certeza que pelo menos quatro deputados estaduais eleitos ficariam de fora. E nesse diálogo com o governador, ele nos fez o compromisso de que pelo menos um deputado ele traria pra compor a equipe, de acordo com o perfil. Uma questão de diálogo que fizemos com ele na composição daquela chapa. Nós fizemos nove deputados. Então cinco ficaram de fora”, afirmou ao Olhar Direto. Segundo Allan, outros nomes sondados para a pasta foram os dos deputados Dilmar Dal Bosco (DEM) e Silvano Amaral (MDB).

Romoaldo Júnior não foi reeleito para a AL. No último dia 20 de dezembro, a juíza Celia Regina Vidotti, da Vara Especializada de Ação Civil Pública e Ação Popular, determinou o bloqueio de seus bens. Ele é denunciado por um esquema que desviou R$ 16 milhões. O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) denunciou Romoaldo, Mauro Savi e os outros sete por irregularidades em uma concorrência pública para a contratação de empresa para a construção de estacionamento nas dependências da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Assim que Kardec assumir a Secel, Romoaldo assume a cadeira na Assembleia Legislativa.

Kardec, no entanto, afirma que isso não influenciou na escolha de Mendes. “Poderia ter sido outro deputado que ficaria na suplência. Poderia ter sido eu. A diferença entre eu e Romoaldo foi de 200 votos. Poderia ter sido um deputado do PSD. Hoje o Toninho de Souza também está na primeira suplência, na realidade é o Toninho, então não teve nada articulado com o próprio MDB, foi articulado com a chapa em si. Nós somos cinco partidos, e pra composição da chapa a gente fez esse pedido. O governador ficou de analisar, ele poderia muito bem também não ter chamado”, finalizou.

22 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • servidor
    10 Jan 2019 às 13:34

    Kardec , espero que leia o que escrevo ..fui sou eleitor e diante de tudo que aconteceu posso com toda certeza que você foi sem duvidas a principal decepção eleitoral dos ultimos tempos...se vendeu cara , assuma isso. Usou a politica como trampolim para seus interesses próprios...não nos force a acreditar em qualquer coisa que saia da sua boa e ainda por cima nos devolve um deputado com a ficha criminal extensa...no fim cara , espero que tenha valido a pena ...eu tenho nojo de você, por conta que me senti totalmente enganado com discursos fáceis...fui um idiota , mas não sou um idiota.

  • Rubem Mauro
    10 Jan 2019 às 12:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • waldir cpa
    10 Jan 2019 às 10:57

    Foi eleito para legislar, deveria renunciar o mandato.

  • Paulo
    10 Jan 2019 às 10:33

    Esse partido MDB e só maracutaia

  • Cuiabano
    10 Jan 2019 às 09:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • José
    10 Jan 2019 às 06:24

    Estão chorando aguenta na tarraquetakkkkk vota em pt.

  • JUSTO VERISSIMO
    09 Jan 2019 às 23:52

    Como confiar nesse cidadão que até pouco tempo era filiado ao PT, e mais se for descongelado os votos de Gilmar Fabris esse cidadão não passará de um suplente, lembra do caso de Taborreli e Barranco e o mesmo onde Taborreli ficou por pouco tempo no mandato assumindo Barranco definitivo.

  • Janaína Xavier
    09 Jan 2019 às 21:06

    Seus eleitores também acreditam em Lobo Mau e Saci Pererê, Deputado.

  • Servidor ex apoiador seduc
    09 Jan 2019 às 20:27

    DECEPÇÃO TOTAL! COMO SERVIDOR PEDI VOTOS A AMIGOS E FAMILIARES AGORA TÁ AÍ POSANDO DE SECRETÁRIO AO INVÉS DE ESTAR NA ASSEMBLEIA PRA NOS DEFENDER VAI .. A NÓS SERVIDORES. SE SAIR CANDIDATO PRA PRESIDENTE DE BAIRRO FAREI CAMPANHA CONTRA

  • joao
    09 Jan 2019 às 18:10

    A população de MT tem que saber desta articulação do deputado deixar a AL e dar a vaga para um suplente. O conhecimento da população servirá para a reeleição dar um basta neste deputado quando voltar a pedido votos nesta articulação. O deputado que vai assumir a vaga do deputado tem problema com a justiça e fora do mandato fica mais fácil a prisão.

Sitevip Internet