Olhar Direto

Terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Notícias / Política MT

Mauro Mendes exonera primeira leva servidores de Mato Grosso; veja lista

Da Redação - Wesley Santiago

08 Jan 2019 - 09:22

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Mauro Mendes exonera primeira leva servidores de Mato Grosso;  veja lista
O governador Mauro Mendes (DEM) exonerou a primeira leva de servidores em Mato Grosso, desde que assumiu o assento máximo no Palácio Paiaguás. Praticamente todas as ‘demissões’ ocorreram na Casa Militar, sendo apenas uma delas na Casa Civil. Ao todo, 45 pessoas foram retiradas do seu cargo no Executivo. A tendência é que os cortes continuem durante os próximos dias.

Leia mais:
Secretários têm até hoje para entregar lista de servidores que serão cortados na gestão Mendes
 
A primeira leva de servidores foi exonerada da Casa Militar, com a grande maioria sendo de nível DGA 10. Na Casa Civil, foi retirada a  secretária adjunta de Administração Sistêmica, Anita Marcondes Schulze.
 
O governador também aproveitou para nomear Misma Thalita dos Anjos Coutinho como nova presidente do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado de Mato Grosso (MT Saúde). Antes, ela exercia o cargo de diretoria técnica do órgão.
 
Terminou na sexta-feira (04) o prazo dado pelo governador Mauro Mendes (DEM) para que seus secretários informem quais servidores vão ser mantidos e quais serão demitidos pela atual gestão. Ao todo, o novo Governo pretende cortar no mínimo três mil profissionais que ocupam cargos de confiança e são remanescentes da administração anterior, de Pedro Taques (PSDB).
 
Ao longo desta semana algumas Pastas como o Gabinete de Comunicação, que passa a ser incorporado à Casa Civil, já iniciaram o processo de cortes dos servidores. O clima no Palácio Paiaguás não era dos mais serenos, mas as demissões já eram aguardadas por alguns, principalmente àqueles que trabalhavam diretamente com o governador Pedro Taques.
 
A reforma administrativa proposta por Mendes, embora já implementada na prática, ainda carece da aprovação da Assembleia Legislativa. O projeto, que reduzirá o número de secretarias de 24 para nove pastas será encaminhado ao Legislativo na próxima semana e deve ser votado ainda este mês.
 
O democrata ainda estuda a redução no número de empresas estatais e mistas. Das atuais 20 empresas, o novo governador pode extinguir entre cinco a oito. Os órgãos que podem ser extintos são: Companhia Mato-grossense de Mineração (Metamat); Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás); Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer); Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI); Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso (Ceasa); Agência de Desenvolvimento Metropolitano da Região do Vale do Rio Cuiabá (Agem) e Agência de Fomento do Estado de Mato Grosso (Desenvolve MT, antiga MT Fomento).

Confira abaixo a lista de servidores exonerados:

CASA MILITAR
 
RENATO MARIANO SILVA SOARES - Ajudante de Ordem, Nível DGA-7;
 
ROMÁRIO MOREIRA DOS SANTOS - Assistente Técnico I, Nível DGA-8;
 
FRANCISLENE PEDROSA DE SOUSA SILVA LIMA - Assistente de Gabinete, Nível DGA-10;
 
HADASSAH SUZANNAH BESERRA DE SOUZA - Coordenadora de Administração Sistêmica, Nível DGA-6;
 
IMALAIMA PIRES UNTAR- Gerente Administrativa, Nível DGA-8;
 
CLAUDIO MARCELO TEIXEIRA DE OLIVEIRA - Gerente de Patrimônio e Serviços, Nível DGA-8;
 
DIONYS ALMEIDA DE LAVOR - Coordenador de Transportes, Nível DGA6;
 
ZIULMAR DA COSTA SILVA - Coordenador de Segurança, Nível DGA-6;
 
LUCAS ANDREO - Gerente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-8;
 
BRUNO BARTOLOMEI SILVA - Gerente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-8;
 
ARLEY MARTINS FERREIRA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
WENDERSON REYNER ALVES FERREIRA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
PEDRO JÚNIOR FELIPPE RIBEIRO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
LINCOLN SINAGA VENTURA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
EMERSON LOPES DE CARVALHO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
EDJON PEREIRA DE JESUS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
MOISES SANTOS CONCEIÇÃO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
CARLOS NORBERTO DA SILVA NETO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
PATRÍCIA HELENA DE CAMPOS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
ESMAEL GREGÓRIO DE AQUINO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
FABIANO SOUZA SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA10;
 
FLÁVIA DE AMORIM BAIOCCO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
WAGNER FRANCISCO DE JESUS CAMPOS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
JOICE JÚNIOR ALCÂNTARA SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
AIR CONCEIÇÃO DA SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
RONALDO BATISTA DUARTE - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
MIGUEL ÁLVARO ALVES DACRUZ - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
CLEYTON DORILEO ROSA DE BARROS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
KEISVALDO SOARES DE SOUZA SABINO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
EDÍLSON GODOI SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA10;
 
SIDNEY PAULO DOS SANTOS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
JOELCIO DAMACENO DA SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
CÉLIO DOS SANTOS SOUZA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
FÁBIO FERNANDES SILVA ASSIS - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
RICARDO DUARDO MACIANO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
LUCAS RODRIGUES DA SILVA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
WANDERLEY CORRÊA ANTUNES PEREIRA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
PEDRO PAULO DA SILVA- Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA10;
 
HILDRER ALEKSSANDER DUTRA PLEFFKEN - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
EDSON SILVEIRA DE ARAÚJO - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
CLAUDINEY NOGUEIRA SIQUEIRA- Gerente de Áreas e Instalações, Nível DGA-8;
 
JOSENILTON COSTA MARTINS - Coordenador de Inteligência, Nível DGA-6;
 
RONALD APARECIDO NASCIMENTO SANTANA - Agente de Proteção de Dignitários, Nível DGA-10;
 
WALMOR DA SILVA FIGUEIREDO - Gerente de Inteligência, Nível DGA-8;

 
CASA CIVIL
 
ANITA MARCONDES SCHULZE - Secretária Adjunta de Administração Sistêmica - Nível DGA-2
 

32 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Engrasgandoengrasgada
    10 Jan 2019 às 07:41

    Midia. somente mudanças sérias vai consertar isso, como consta de projeto novo governo: requisitos objetivos para contratação de DAS como experiência anterior, especialização, pós graduação, mestrado, dputorado, phd, ficha limpa, sem nepotismo ou QI (quem indica). Do jeito que está só vai mudar 6 por meia dúzia.

  • Sampaio
    09 Jan 2019 às 17:07

    Tava bem protegido em , isso era uma companhia de agentes ....

  • alexandre
    09 Jan 2019 às 09:13

    isso é quase um batalhão inteiro,. fora os cedidos para o judiciario...

  • Cuiabano
    09 Jan 2019 às 08:20

    Nao é bem assim ele exonerou a casa militar pq o coronel que entra la vai leva a equipe dele e outra teve umas exoneracao na casa civil e umas pessoas e ja foram nomeadas de novo entao é so faxadas

  • nelson
    09 Jan 2019 às 07:37

    a historia continua, sai alguns e entram outros, e nos pagamos muito caro por não termos nada

  • Oséias
    09 Jan 2019 às 07:35

    Todos PMs, continuarão na folha de pagamento. Ah Brasil!

  • Jackson
    09 Jan 2019 às 07:35

    Isso aí!!! Isso aí, vamos colocar ordem no Estado!!!

  • Juvinilia
    09 Jan 2019 às 06:42

    Janakitirana, e o Conselhão proibiu artifícios de VIs para burlar a extinção do auxilio moradia. Tem sindicato arreganhando que pode por ser carreira de estado, peraí gente.

  • Janakatirana
    09 Jan 2019 às 06:38

    EngrasgandoEngrasgada, A PGR, Raquel Dodge já sinalizou em parecer sobre auxilio saúde (espécie de VI) que tais verbas são inconstitucionais dizendo claramente que "os agentes públicos sob regime de subsídio não podem ser indenizados (Estadão, Redação, auxilio saúde MPPE, 28/12/18). Vem novidade lá de cima,

  • Servidora Assustada
    08 Jan 2019 às 23:58

    Governador, volte o meio período pelo menos. Não estamos tendo dinheiro para tanto deslocamento nem para comer na rua, estamos em situação crítica. Deus tenha piedade!

Sitevip Internet