Olhar Direto

Notícias / Política MT

Governo notificará 14 mil proprietários de veículos com licenciamento atrasado

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

11 Jan 2019 - 18:04

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Governo notificará 14 mil proprietários de veículos com licenciamento atrasado
A Procuradoria Geral do Estado (PGE) vai iniciar na próxima segunda-feira (14) a cobrança dos licenciamentos de veículos que estão em atraso desde o ano de 2014. Existem cerca de 900 mil veículos em situação irregular em Mato Grosso, dos quais 14 mil serão notificados no primeiro lote de cobrança, com saldo negativo em atraso de aproximadamente R$ 450 milhões.

Leia também
Prefeitura de Cuiabá exonera 25% do quadro de funcionários temporários da saúde


A não quitação da dívida resultará na inclusão na dívida ativa para cobrança administrativa e judicial. O trabalho de regularização será feito em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e visa, prioritariamente, arrecadar recursos que poderão ser utilizados em áreas prioritárias, como saúde, educação e segurança pública.

“Em razão da crise a qual o Estado enfrenta, todas as situações de inadimplência vão ser tratadas com ações rígidas de cobrança, com o objetivo de devolver esses recursos em serviços ao cidadão. Além disso, também é uma resposta aos contribuintes que pagam em dia”, explicou o procurador-Geral do Estado, Francisco Lopes.

O pagamento é via boleto e deve ser feito em parcela única no valor de R$ 126, sem juros. A liberação para que o proprietário consiga emitir o documento do veículo é de até 48 horas. Esta cobrança vale apenas para os veículos em situação de atraso em 2014. Já a quitação dos débitos de licenciamento dos anos seguintes deve ser feita no Detran.

Aqueles que não regularizarem o pagamento continuarão sem retirar o novo documento, além de cobrança de taxa de protesto (aumento no valor da parcela) e restrições na emissão de certidão negativa do Estado.

A guia pode ser retirada a partir do site da Procuradoria Geral com a consulta pelo CPF (pessoa física) e CNPJ (pessoa jurídica), ou na sede da Procuradoria localizada na Av. República do Líbano, 2258 - Jardim Monte Líbano, em Cuiabá. O horário de atendimento é das 8h às 18h, de segunda à sexta-feira.


Com assessoria

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • PAPA DEDE
    12 Jan 2019 às 19:29

    SE QUER RECEBER E SO FAZER PROMOÇÃO PARA QUE POSSAMOS COLOCAR CONTAS EM DIAS

  • Gorvernador Mauro Mendes
    12 Jan 2019 às 11:27

    so comentário Burro, pelo que eu seu o salario esta atrasado é do governo anterio, que largou um rombo no estado, o Governo atual não esta medindo esforços para colocar a casa em ordem, e pagar todas as dividas largadas pelo antigo Governador.

  • Povo cuiabano
    12 Jan 2019 às 10:17

    Receber quer...pagar não...

  • Gilmar
    12 Jan 2019 às 09:01

    Esse IPVA não devia ser cobrado todo ano, isso é bi tributação. Já pagamos pedágios. E muitos outra impostos.

  • Paulo
    12 Jan 2019 às 08:53

    Só ganhou porque o governo anterior foi muito ruim

  • Luciano
    12 Jan 2019 às 08:32

    Vamos cada um sendo fornecedores, prestadores de serviços e funcionários que não recebem protestar o governo individualmente para eles terem q arcar com taxas também

  • JUSTO VERISSIMO
    12 Jan 2019 às 08:05

    Vai taxar os barões do agronegócio e tirar incentuvo fiscais de várias empresas, esse Mauro Mendes será uma negação no governo, nunca votei nessa cara arrogante.

  • Joel
    11 Jan 2019 às 23:17

    O meu esta atrasado. Mas vou notificar o Estado pelo atraso no meu salário.

  • Ainda há tempo de se arrepender
    11 Jan 2019 às 20:16

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rocha
    11 Jan 2019 às 19:27

    Manda um monte de gente embora , não paga rga não paga décimo terceiro , atrasa o salário é quer notificar e mandar cobrar jududicialmente ? Vai tnc

Sitevip Internet