Olhar Direto

Terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Notícias / Política MT

Sem dinheiro para pagar combustível, viaturas do sistema penitenciário param em MT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

05 Fev 2019 - 18:27

Foto: Sejudh/MT

Sem dinheiro para pagar combustível, viaturas do sistema penitenciário param em MT
Por falta de dinheiro para pagar fornecedores de combustível, as viaturas do sistema penitenciário do Estado vão permanecer paralisadas nesta quarta-feira (6) e não poderão ser usadas para conduzir detentos para atos judiciais em Fóruns. Em nota, a secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) disse que está orientando diretores de presídios a informar os respectivos juízes da situação.

Leia também
PF combate esquema de R$ 15 milhões, apreende aviões, 19 carros e mira empresários


Sem recursos, a Sejudh está aguardando o repasse do Tesouro Estadual para fazer a regularização do pagamento da empresa fornecedora de Combustível. A assessoria de imprensa da pasta informou ao Olhar Direto que uma parcela da dívida já foi paga na semana passada e que outras duas devem ser pagas até a manhã desta quarta-feira.

Sem as viaturas nas ruas, não é possível encaminhar detentos para audiências, ou até para atendimento médico, caso precisem sair dos presídios.

A falta de pagamento se deve a crise em que o Estado atravessa. Neste mês de janeiro, o governador Mauro Mendes (DEM) tomou medidas impopulares, como escalonamento de salários e não pagar diversos fornecedores.

Nas primeiras semanas do ano, cerca de 50% das viaturas policiais foram recolhidas pela empresa fornecedora por falta de pagamento.

Veja nota da Sejudh:

A Secretaria de Justiça aguarda repasse do tesouro estadual para fazer a regularização do pagamento da empresa fornecedora de combustível. Uma parcela foi paga na semana passada e nesta terça-feira devem ser pagas mais duas.

Até que o abastecimento seja regularizado, todas as unidades prisionais estão orientadas a não fazer escoltas e informar os respectivos juízes da situação.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Maria Heloisa
    06 Fev 2019 às 16:11

    Cinco super-salários da MTI já são suficientes abastecer todas as viaturas de todo o Mato Grosso por uma semana. Tudo é questão de gestão e prioridade.

  • Maria
    06 Fev 2019 às 08:52

    uai cade o dinheiro que estão arrecadando com as blitz?

  • atento
    06 Fev 2019 às 08:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Areal
    06 Fev 2019 às 08:23

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Povo
    06 Fev 2019 às 06:33

    Tinha que manter assim, só o dinheiro que é gasto com combustível, diária de servidores , revisão de viaturas.

  • Daniel
    06 Fev 2019 às 05:58

    Talvez, mas só talvez, não fosse usado os veículos do estado para ir para casa, ir para mercado, ir passear e dormissem na delegacia, secretaria ou instituto o combustível seria melhor utilizado, eu nunca entendi pq eu como contribuinte devo paga o combustível de superintendente, secretário, etc.

  • Rocha
    06 Fev 2019 às 00:00

    Parabéns Sr. Governador, não sei se eu te parabenizo por isso ou pelo seu aniversário de casamento. Enquanto o Sr. Tira um dia de " folga" pra comemorar data de casamento, o estado está a mingua. E mais uma vez te parabenizo pela nomeação que Vossa Excelência fez ao INTERMAT, diversas pautas calculadas, homologadas e aptas a ser arrecadadas. E sua comissão formada, estão de braços cruzados e não disponibiliza as referidas pautas para ser arrecadados a VISTA.

  • Agente Penitenciário
    05 Fev 2019 às 23:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • CIDADÃO INDIGNADO
    05 Fev 2019 às 20:21

    É só pedir para os outros poderes bancarem essa parte!!!! Afinal eles são parte interessadas!!!!

  • João Capile
    05 Fev 2019 às 19:06

    MT está quebrado. Imploro à consciência dos servidores públicos para não fazer greve. Rga não era direito adquirido e tinha que ser extinto mesmo. Escalonamento é temporário. Mauro Mendes vai arrumar o MT. Eu confio. Greve seria política e prejudicaria apenas o povo. Sociedade está cansada de seus privilégios.

Sitevip Internet