Olhar Direto

Sexta-feira, 22 de março de 2019

Notícias / Política MT

Arrolado por Selma, marqueteiro afirma que não testemunhou tentativa de extorsão

Da Redação - Érika Oliveira

13 Mar 2019 - 14:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Arrolado por Selma, marqueteiro afirma que não testemunhou tentativa de extorsão
O jornalista e marqueteiro Kleber Lima, que prestou consultoria à campanha de Selma Arruda (PSL) ao Senado, negou que tenha testemunhado qualquer tentativa de extorsão à juíza aposentada. Lima foi arrolado pela senadora como testemunha no processo em que ela acusa o deputado Wilson Santos (PSDB) e o publicitário Junior Brasa de terem a chantageado para que suas contas fossem aprovadas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Leia mais:
Selma Arruda acusa Wilson Santos de extorsão em ação de cobrança de ex-marqueteiro

“Eu sou testemunha de algo que eu não vi e não sei. Não gostaria de estar nessa situação. O que eu disse para a Polícia Federal é que se é ou não é eu não participei de nenhuma conversa envolvendo a Selma ou esses outros personagens. Fui consultá-la sobre um pedido de conversa que chegou até mim e eu não entendo que isso é extorsão. Se ela tivesse me consultado se eu toparia ser testemunha eu teria dito que não”, declarou Kleber Lima, ao Olhar Direto.

À Polícia, Selma narrou uma suposta tentativa de extorsão que teria sido intermediada por Wilson Santos para que o publicitário Junior Brasa desistisse de acioná-la judicialmente pela cobrança de uma dívida referente à campanha.

No suposto acordo, a juíza aposentada pagaria R$ 600 mil ao dono da Gênius Publicidade e responsável pelo marketing de sua campanha até meados de agosto. No total, a dívida de Selma com Brasa é de R$ 1,2 milhão. Selma recusou a proposta de Brasa, que acionou a Justiça para receber os valores.

Na ocasião, Wilson Santos não foi citado por Selma. Agora, segundo ela, o deputado teria atuado no caso. Brasa nega as acusações de extorsão e sustenta que, na ocasião, o que ocorreu foi apenas uma tentativa de resolução do caso extra-judicialmente.

O deputado Wilson Santos (PSDB) depôs sobre o caso, na Polícia Federal, na última terça-feira (12), mas não quis comentar o assunto com a reportagem.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • celso jose ferreira
    13 Mar 2019 às 16:45

    vamos cassar esta selma e colocar carlos favaro ,

  • Adao
    13 Mar 2019 às 16:44

    Agora que a juíza se ferrou de vez. Foi confiar nesse senhor. So rindo

Sitevip Internet