Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de março de 2019

Notícias / Política MT

Governo quita 88% da folha de pagamento e deixa última parcela para próxima semana

Da Redação - Wesley Santiago

14 Mar 2019 - 08:48

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governo quita 88% da folha de pagamento e deixa última parcela para próxima semana
O governo do Estado deposita nesta quinta-feira (14) mais R$ 2 mil relativos aos salários de fevereiro, para os servidores ativos, aposentados e pensionistas, que recebem acima de R$ 5.200. Ao todo, serão empregados R$ 40,28 milhões para que 88,7% da folha do funcionalismo público seja quitada. A última parcela será paga apenas na próxima semana.

Leia mais:
Chefe da Casa Civil confirma que março será o pior mês para contas do Estado; pagamento de salário é ‘desafio’
 
Na próxima quinta-feira (21), o governo paga a última parcela e completa o pagamento de toda a folha de fevereiro. Na data serão depositados R$ 61,55 milhões para os servidores ativos, aposentados e pensionistas que recebem acima de R$ 7.200,00.
 
Na segunda-feira (11), o governo do Estado depositou até R$ 5.200,00, nas contas dos 116 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas. Com o depósito de segunda-feira, o governo pagou integralmente a 87.812 servidores, ou 75,7% do total.
 
A terceira parcela do 13º salário remanescente de 2018 será paga no dia 31, conforme calendário anunciado em janeiro. Das quatro parcelas, duas já foram quitadas nos meses de janeiro e fevereiro. O parcelamento do 13º engloba valores dos servidores efetivos aniversariantes dos meses de novembro e dezembro de 2018 e dos servidores comissionados.

Os escalonamentos vêm acontecendo no Estado desde o Governo Pedro Taques (PSDB), que por vários meses de sua gestão não teve dinheiro suficiente para pagar os salários na sua totalidade antes do dia 10 do mês subseqüente.
 
O atual governo também já anunciou que irá escalonar os salários do mês de fevereiro, porém pretende pagar parcelas dos vencimentos a todos, para que nenhum servidor fique sem dinheiro.

O governador Mauro Mendes (DEM) pretende acabar com o escalonamento de salários dos servidores do Poder Executivo ainda no primeiro semestre deste ano. A informação foi confirmada pelo secretário-chefe da Casa Civil Mauro Carvalho.

De acordo com o comandante da Casa Civil, o foco do governador é regularizar esta situação mais rápido possível e que o problema de escalonamentos deve acabar nos próximos cinco meses.

Os servidores públicos, desde que o ano começou já ameaçaram entrar de greve por conta da determinação de escalonamento, e pelo projeto em que muda o critério do pagamento da Revisão Geral Anual (RGA), aprovado pela Assembleia Legislativa na semana passada.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Julio
    14 Mar 2019 às 14:54

    Esses comentários depreciativos em relação aos servidores públicos não tem fundamento, são pessoas frustradas pois não estudaram o suficiente para passar em um concurso público, veja como está o comércio que depende de nossos salários, não foi o servidor público que quebrou o Estado, somos a parte mais fraca, quem roubou e quebrou a máquina foram os políticos, digo MDB e PT.

  • Dalmo Sousa
    14 Mar 2019 às 11:12

    Não basta demitir só executivo. Tem que extinguir varas judiciais e limitar os poucos juízes que sobrarem a receber no máximo dois mil reais e investir dinheiro de nosso imposto para UPA, creches e segurança.

  • Beatriz Nogueira
    14 Mar 2019 às 11:11

    Parabéns Zeca. População cansou de impostos para sustentar os altos privilégios de funcionários públicos. Tem que demitir todos e terceirizar que é mais barato.

  • Observadora
    14 Mar 2019 às 11:07

    Esse "zeca" é o mesmo cara que comenta como valeria Ribeiro, que vem aqui só pra atacar os servidores públicos. Acho que ele deve ser falido no mercado privado e não conseguiu fazer dinheiro como eu faço com minhas empresas.

  • BHISPO
    14 Mar 2019 às 10:45

    mas, pelo menos, estudaram um pouquinho na vida. e na não ficaram soltando pipa e jogando bolita o dia todo.

  • Zeca
    14 Mar 2019 às 09:55

    A maioria dos servidores públicos não trabalha, não produz, atentem os contribuintes muito mal, querem seus vencimentos em dia e ainda falam em paralisação, greve, manifestações? Isso começou a partir de 2015 quando muitos perderam dinheiro nas transações ilegais das pirâmides financeiras, e querem que o estado com o dinheiro suado dos contribuintes compense seus prejuízos.

Sitevip Internet