Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de março de 2019

Notícias / Cidades

Em conjunto com o TCE, prefeitura elabora novo edital para construção de viadutos em Cuiabá

Da Redação - Wesley Santiago

15 Mar 2019 - 08:50

Foto: Reprodução

Em conjunto com o TCE, prefeitura elabora novo edital para construção de viadutos em Cuiabá
A Prefeitura de Cuiabá publicou no Diário Oficial de Contas que circulou na quarta-feira (13), o aviso de anulação do Regime Diferenciado de Contratação Presencial (RDC) nº 001/2018, referente a contratação de empresa de engenharia civil, visando a execução de obras de implantação de dois viadutos na Capital. Com isto, o Executivo alinha com o Tribunal de Contas do Estado (TCE) um novo edital de licitação.

Leia mais:
TCE mantém suspenso edital para contratação de obras de viadutos em Cuiabá
 
As estruturas fazem parte do pacote de ações em celebração aos 300 anos e serão levantadas nas avenidas Manoel José de Arruda, conhecida como Beira Rio e Edna Maria Abuquerque Affi, a popular avenida das Torres. Para isso, o Executivo já conta com o aporte financeiro conquistado mediante a abertura de crédito de R$ 50 milhões, formalizada pelo prefeito Emanuel Pinheiro junto ao Banco do Brasil.
 
“No dia 28 de fevereiro, o TCE manteve a suspensão. Dessa forma, entendemos que a melhor opção, neste momento, é a abertura de um novo edital. Estamos levando em consideração, principalmente, o prazo para que as respostas fornecidas ao Tribunal sejam julgadas. Sabemos que, na frente do nosso, ainda existe uma quantidade de processos de outros municípios a serem apreciados. Sendo assim, chegamos ao consenso que esse prolongamento impacta diretamente no início e na entrega das obras”, explica o secretário municipal de Obras Públicas, Vanderlúcio Rodrigues.
 
O RDC 001/2018 estava suspenso pela própria Prefeitura de Cuiabá desde o dia 20 de dezembro de 2018. Na ocasião, o Executivo adotou a medida para revisão dos projetos e análise dos recursos das empresas participantes do certame. Posteriormente, o Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso também indicou a suspensão, indo ao encontro da decisão do Município.
 
Durante esse período, a Prefeitura realizou uma consulta pública com todas as empresas participantes da concorrência pública. O ato foi realizado com o intuito de sanar dúvidas referentes às questões jurídicas, financeiras e estruturais. Além disso, um relatório com respostas aos apontamentos do TCE também foi enviado para a análise do órgão.
 
Os estudos de viabilidade realizados para a implantação dos viadutos apontam que em ambas as localidades, o fluxo de veículos tem sido cada vez mais crescente, o que resulta em quilômetros de congestionamentos com a espera de mais de 30 minutos, durante o horário de pico. Com as edificações, a Prefeitura pretende alcançar resultados como a redução do tempo de locomoção e aumento das condições de segurança de usuários das vias.
 
De acordo com a sondagem, a intervenção pontual na Beira Rio deve duplicar a capacidade do cruzamento, atendendo de forma direta 9 mil pessoas por hora/pico e, indiretamente, 145 mil habitantes do entorno. Na Avenida das Torres o número chega a 10 mil de forma direta e 90 mil pessoas indiretamente.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabano
    15 Mar 2019 às 13:58

    Incrível que o Bairro Jardim Mossoró não falam absolutamente nada aos moradores, gente depois dessa chuva poderia tanto um político que tem amor no coração vir aqui ver as ruas na segunda etapa. Vejam bem, os bairros na periferia estão asfaltados, não desmerecendo eles, eles até merecem mais que nós, mas nós estamos a 8 minutos do centro da capital de MT...

  • DENISE
    15 Mar 2019 às 12:45

    Rotatórias é umas da piores coisas que existe nesse trânsito de cuiabá! Melhor opção seria sinaleiro, mas claro, que teria que ter a educação da população, pq tem lugares que tem sinaleiro, e vira uma bagunça, gente trancando cruzamento. O povo é mto sem noção tbém, sempre tem os "espertinhos". Tem q ser sinaleiro com câmera pra multar quem travar! Enfim, precisam resolver pq está insustentável o transito de cuiaba

  • Crítico
    15 Mar 2019 às 12:41

    Tem que ficar de olho no Mané do Paletó, ele é vaselina. Kkkkk

  • cesar
    15 Mar 2019 às 10:23

    No Lugar onde será feito o viaduto foi instalado o "Semáforo Inteligente"! O Trânsito melhorou?

  • Juca Pirama
    15 Mar 2019 às 10:17

    As obras são urgentes sim, mas nada se deve fazer sem as devidas análises de viabilidade e perspectivas de futuro, para não se tornarem obsoletas tais quais as da Avenida Miguel Sutil, que praticamente pioraram o trafego dos veículos, causando muito mais problemas do que soluções e consumindo quantias vultuosas de recursos pagos pelos açoitados munícipes de nossa querida cidade e contribuintes de nosso estado.

  • AVANÇA LOGO MT
    15 Mar 2019 às 09:50

    O TRABALHADOR ESTÁ SOFRENDO NESSE CAOS DE CUIABÁ ESSES VIADUTOS SÃO URGENTES DEMAIS

Sitevip Internet