Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de março de 2019

Notícias / Cidades

Casal é preso por suspeita de estuprar filha adotiva por oito anos

Da Redação - Fabiana Mendes

15 Mar 2019 - 14:29

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Casal é preso por suspeita de estuprar filha adotiva por oito anos
A Polícia Civil prendeu nesta sexta-feira (15), um casal por suspeita de estuprar a filha adotiva desde os seis anos de idade na cidade de Sorriso (a 418 quilômetros de Cuiabá). Segundo apurado nas investigações, os suspeitos obrigavam a filha, atualmente com 14 anos, a participar de relação sexual com o pai e a mãe adotivos.

Leia mais:
Mulheres brigam durante reunião escolar em creche; vítima é casada com ex-marido da agressora

Segundo informações da polícia, o pai adotivo, há mais de vinte (20) anos atrás, também estuprou o próprio irmão, que à época dos fatos era criança. A vítima foi adotada na modalidade “à brasileira”, ato pelo qual se cria um vínculo de filiação, até então inexistente, em que não há laço natural (genético).
 
O Ministério Público e o Judiciário, após pedido de prisão preventiva feito pelo Delegado de Polícia da cidade de Sorriso, prontamente expediram os respectivos mandados de prisão.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cristina Ferry
    15 Mar 2019 às 21:39

    Esse homem é um doente, castração química.

  • Eva Soares
    15 Mar 2019 às 19:35

    Isso é que eu não consigo entender! Como um "bandido" desses estupra o próprio irmão criança ainda, depois adota uma outra criança, sem que os parentes ou familiares desse "infeliz" intervenham nisso. Não sabiam do estupro do irmão menor dele? Por que não fizeram nada quando ele e a esposa decidiram adotar uma criança? Achavam que o "estuprador" estava curado? Eu jamais foi aceitar isso da parte de familiares. Por isso acontecem tantas tragédias, tantas barbaridades nesse mundo. Agem como se não tivessem nada a ver com a situação. Cada um cuidando do seu umbigo, infelizmente e tristemente.

  • Cindy Loper
    15 Mar 2019 às 14:54

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet