Olhar Agro & Negócios

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Tecnologia

Agricultores aprendem técnicas para diversificar produção no Acre

Embrapa

30 Jun 2014 - 16:33

Conhecer alternativas tecnológicas que possam melhorar a atividade agrícola, pecuária e florestal. Com este objetivo, 26 jovens extrativistas do Seringal Porvir, na Reserva Extrativista Chico Mendes, em Brasileia (AC), e 30 da Comunidade Alto Pentecostes, em Mâncio Lima (AC), realizaram uma qualificação para jovens empreendedores em um projeto coordenado pela filial da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) no Acre com parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/AC); o Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae/AC) e da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).

Os temas abordados durante o curso foram escolhidos pelos próprios alunos. A extrativista Maria de Jesus da Silva explica que o Sistema Agroflorestal (SAF), que combina o plantio de árvores com cultivos agrícolas, foi escolhido pela comunidade porque é uma forma de trabalhar com espécies da mata. Em Brasileia, foram discutidas formas de comunicação comunitária que resultou na produção de um jornal mural. Já me Mâncio Lima foi discutido o manejo conservacionista do solo. Ainda estão previstos outros módulos, como Pecuária Sustentável, Gestão de Empresa Rural, Custo Operacional de Atividades Agropecuárias, Horticultura, entre outros, que serão aplicados no Estado.

– E a gente pode plantar os produtos que comercializamos e que consumimos em casa, como a banana comprida – afirma.

Para o coordenador do Projeto e engenheiro agrônomo da Embrapa Acre , Fernando Pretti, o principal foco do curso é estimular a permanência do jovem no campo.

– A ideia é que os jovens, que já ajudam na propriedade rural, obtenham uma renda melhor onde eles residem, no campo. E para isso vamos motivar a diversificação e a melhoria da produção agropecuária, com base nos temas que eles escolheram – explica.
Sitevip Internet