Olhar Agro & Negócios

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Agricultura

Aprosoja-MT notifica quatro grandes multinacionais por ineficiência do milho Bt

Da Redação - Viviane Petroli

28 Jul 2014 - 10:07

Foto: Reprodução/Internet

Aprosoja-MT notifica quatro grandes multinacionais por ineficiência do milho Bt
As multinacionais desenvolvedoras de biotecnologia Monsanto, DuPont, Dow e Syngenta foram notificadas extrajudicialmente pela Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) pela ineficiência de tecnologia transgênica de milho Bt. A biotecnologia prometia resistência à lagartas, o que não ficou comprovado nas lavouras de milho em Mato Grosso nesta safra 2013/2014. Devido ao ataque de lagartas os produtores registraram um gasto a mais com aplicações de inseticidas de R$ 120 por hectare.

Segundo a Aprosoja-MT, as perdas provocadas pelas lagartas na lavouras que utilizaram a tecnologia transgênica do milho Bt começaram a ser verificadas em março, quando os primeiros relatos de produtores surgiram na entidade. Diante disso, a associação iniciou a coleta de laudos técnicos com dados, fotos e a análise econômica do prejuízo financeiro tido pelo produtor. Os gastos extras registrados pelos produtores foram calculados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Leia também
Justiça de Mato Grosso desaprova acordo sobre os royalties da soja RR1 firmado em 2013

A Aprosoja-MT deu prazo de 10 dias, em sua notificação, para que as quatro multinacionais se manifestem apresentando soluções para as falhas apresentadas pela tecnologia Bt. A Aprosoja-MT pede ainda que seja apresentada uma forma de ressarcimento aos produtores de Mato Grosso que tiveram prejuízos.

“Queremos que as empresas apontem uma solução rápida para as perdas e também uma forma de ressarcir quem foi prejudicado. É um típico caso de produto que prometia um resultado que nunca foi entregue, ou seja: propaganda enganosa", declara o residente da Aprosoja-MT, Ricardo Tomczyk, em nota.

O Agro Olhar entrou em contato com as quatro empresas, mas até o momento não obteve resposta.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet