Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 04 de junho de 2020

Notícias / Energia

Rotor deve percorrer 50 km na região de Rosário Oeste e provocando lentidão

Da Redação - Viviane Petroli

25 Nov 2014 - 09:36

Foto: Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso

Rotor deve percorrer 50 km na região de Rosário Oeste e provocando lentidão
Os motoristas que trafegarem pela região de Rosário Oeste deverão ficar atentos. O transporte do terceiro rotor da Usina Hidrelétrica de Teles Pires irá percorrer a BR-163 entre os quilômetros 486 e 536 nesta terça-feira (25). O transporte teve início às 8 horas e deverá seguir até as 17 horas. O veículo que transporta a mega-peça, de aproximadamente 280 toneladas, atinge velocidade máxima de apenas 15km/h.

O transporte é acompanhado pela Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso e pela Concessionária Rota do Oeste, pertencente à Odebrecht TransPort, que solicitam a atenção dos motoristas neste trecho durante o dia.

O rotor terá turnos de duas horas de viagem, vindo a parar por uma hora após isso para que o tráfego de veículos seja liberado. Enquanto, a mega-peça estiver em trânsito à rodovia terá seu fluxo de veículos interrompido, visto o rotor ocupar os dois sentidos da pista.

Leia mais
Terceiro rotor da UHE Teles Pires começa a ser transportado em Mato Grosso
Rodovia dos Imigrantes volta a ter obras de pavimentação nesta terça

O transporte do rotor teve início na semana passada partindo de Cáceres. O destino final da mega-peça é a Usina Hidrelétrica Teles Pires em Paranaíta, na região do extremo Norte de Mato Grosso.

Está é a terceira peça a seguir para a Usina Hidrelétrica Teles Pires. Ainda há mais duas peças para chegar a Mato Grosso. O primeiro rotor a chegar a Mato Grosso foi entregue na primeira quinzena de junho na Usina Hidrelétrica Teles Pires e instalado no dia 05 de setembro. Já o segundo rotor foi entregue na Usina no dia 7 de agosto, após ter saído no dia 14 de março da fábrica da Alstom, em Taubaté (SP).

Os cinco rotores irão compor as turbinas responsáveis por transformar a energia hidráulica (energia da água) em mecânica (movimento das turbinas).

A UHE Teles Pires é construída no Rio Teles Pires, afluente do rio Tapajós, fronteira dos estados do Pará e Mato Grosso, na fronteira dos municípios de Jacareacanga (PA) e Paranaíta (MT).

Sua potência instalada é de 1.820 megawatts, que são considerados suficiente para abastecer com energia elétrica uma população de 2,7 milhões de famílias.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet