Olhar Agro & Negócios

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Energia

Mato Grosso terá bandeira tarifária vermelha na conta de energia

Da Redação - Viviane Petroli

02 Fev 2015 - 09:09

Foto: Reprodução/Internet

Mato Grosso terá bandeira tarifária vermelha na conta de energia
Os mato-grossenses terão novamente um acréscimo de R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos na conta de energia elétrica em fevereiro. O Estado terá em fevereiro a bandeira tarifária vermelha, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Os baixos níveis dos reservatórios na região Sudeste levarão a uma maior produção de energia por parte das termelétricas.

De acordo com a Aneel, somente não terão bandeira tarifária vermelha os Estados do Amazonas, Amapá e Roraima.

Leia mais:
Governo federal nega que corte de energia tenha relação com consumo em alta
Mato Grosso é orientado pela ONS a reduzir fornecimento de energia; 150 mil ficaram sem luz nesta segunda
Mato-grossenses começarão 2015 com alta de 8,3% na conta de luz e ‘bandeira vermelha’

Em janeiro os consumidores de Mato Grosso também pagaram mais caro pela energia elétrica com o sistema de bandeiras tarifárias. A bandeira vermelha segue sendo utilizada em decorrência ao uso intenso da energia proveniente termelétricas, cujo custo de geração é mais caro que os das usinas hidrelétricas.

Em janeiro cerca de 150 mil unidades consumidoras de energia elétrica em Mato Grosso ficaram sem o serviço após o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) determinar a interrupção do fornecimento de energia no Estado e em mais outros 11. A alegação do governo federal para a interrupção na ocasião foi a existência de "restrições na transferência de energia das Regiões Norte e Nordeste para o Sudeste, aliadas à elevação da demanda no horário de pico, provocaram a redução na frequência elétrica". Além de Mato Grosso, faltou luz em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Rondônia na ocasião.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ROUBARINDO
    02 Fev 2015 às 16:08

    Estão ROUBANDO na nossa cara e não fazemos nada! - Vergonhoso Isso.

  • José Humberto
    02 Fev 2015 às 14:57

    Gostaria de pedir ao site que esclareça melhor os leitores acerca da cobrança dessa tarifa de excedente, estamos boiando. O que mais estranha nisso tudo é que temos uma usina que abastece o estado, uma usina de gás que deveria estar funcionando e em breve começaram a funcionar as hidrelétricas do complexo teles pires, então por que pagaremos pelo consumo dos outros?

  • revoltado
    02 Fev 2015 às 14:54

    isso e um roubo no bolso dos consumidores ,a regiao centro oeste e rica em agua,nao e certo a populacao matogrossense para pelo erro dos outros bamdos de politicos corruptos.

  • onizeti
    02 Fev 2015 às 11:10

    a Energisa está usando de má fé com leitura de 41 dias para alcançar o patamar vermelho. Portanto estamos pagando imposto a maior por ultrapassar a escala. Isso não é a primeira vez que está acontecendo, todos devem verificar esse problema em sua conta.

  • jose a silva
    02 Fev 2015 às 10:14

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • jose a silva
    02 Fev 2015 às 10:00

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet