Olhar Agro & Negócios

Domingo, 31 de maio de 2020

Notícias / Energia

Mato Grosso tem 12 projetos cadastrados para Leilão A-5 2016 para contratar energia

Da Redação - Viviane Petroli

28 Out 2015 - 15:21

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Mato Grosso tem 12 projetos cadastrados para Leilão A-5 2016 para contratar energia
Mato Grosso possui 12 projetos de Pequenas Centrais Elétricas (PCHs) cadastradas para participar do Leilão A-5 2016, que irá contratar energia elétrica para ser entregue ao mercado a partir de 1º de janeiro de 2021. Juntos os empreendimentos totalizam 186 megawatts (MW).

O leilão A-5 está marcado para 5 de fevereiro de 2016 e de acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) foram cadastrados 1.055 empreendimentos no país. Tais projetos somam 47.618 megawatts em oferta de eletricidade.

Dentre as fontes de energia, a eólica é o grande destaque com 864 projetos e oferta de 21.232 megawatts. As termelétricas a gás natural, apesar de serem o quarta em volume de projetos cadastrados, somando 36 empreendimentos, possuem o segundo maior potencial de oferta de energia com 18.741 megawatts.

Leia mais:
Votorantim chega a substituir até 65% de combustíveis fósseis por biomassa para gerar energia; veja fotos

“É um recorde brasileiro e mundial o número de projetos inscritos, é o maior leilão de energia elétrica do mundo. Isso mostra a atratividade do modelo (de leilões) brasileiro”, destacou o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, por meio de nota publicada pela empresa.

As Usinas Hidrelétricas (UHE) somaram seis projetos cadastrados, as Pequenas Centrais Elétricas (PCHs) 78 projetos no Brasil, em termelétricas a Biogás um projeto, as Termelétricas a Biomassa somaram 63 e as movidas a Carvão sete empreendimentos.

A maior concentração de empreendimentos cadastrados para geração de energia eólica está na Bahia (292), no Rio Grande do Norte (232) e no Rio Grande do Sul (118). Já em PCHs Mato Grosso com 12.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet