Olhar Agro & Negócios

Sábado, 06 de junho de 2020

Notícias / Agronegócio

Pecuária evita queda na renda da porteira para dentro em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

17 Dez 2015 - 11:23

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Pecuária evita queda na renda da porteira para dentro em Mato Grosso
A renda no campo em Mato Grosso será segurada em 2015 pela pecuária. A estimativa do Valor Bruto da Produção para o estado é de R$ 66,014 bilhões, pouco a mais que os R$ 65,966 bilhões do ano passado. A pecuária deverá saltar de uma renda da porteira para dentro de R$ 11,158 bilhões para R$ 11,609 bilhões, enquanto a agricultura recua de R$ 50,488 bilhões para R$ 50,152 bilhões.

Os dados são da Coordenação-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O Valor Bruto da Produção corresponde ao faturamento bruto dentro das propriedades. O cálculo é realizado com base na produção da safra agrícola e da pecuária e nos preços recebidos pelos produtores brasileiros, o valor real da produção, descontada a inflação, é obtido pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Leia mais:
Sem chuva, propriedades em Mato Grosso registram perdas de aproximadamente 60% da lavoura

O Mato Grosso apontam as estimativas, segue à frente de São Paulo (R$ 63,117 bilhões), que tradicionalmente ocupa posição de liderança no indicador.

A renda na pecuária é puxada pela bovinocultura e avicultura. De acordo com as perspectivas, os ganhos na pecuária devem saltar de R$ 11,158 bilhões para R$ 11,609 bilhões, enquanto na produção de frangos de R$ 2,117 bilhões para R$ 2,170 bilhões.

Conforme o Ministério da Agricultura, a receita da agricultura tende a ser menor em decorrência a soja e ao algodão. Os ganhos da soja devem encolher de R$ 27,722 bilhões para R$ 27,028 bilhões, enquanto do algodão de R$ 10,957 bilhões para R$ 9,980 bilhões.

Entre as culturas, o milho apresenta alta de R$ 8,847 bilhões para R$ 10,276 bilhões.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet