Olhar Agro & Negócios

Sábado, 06 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Instituto da Carne irá estimular pesquisas voltadas para padronização de carcaças

Da Redação - Viviane Petroli

13 Jan 2016 - 08:00

Foto: Reprodução/Internet/Ilustração

Instituto da Carne irá estimular pesquisas voltadas para padronização de carcaças
Detentor de um rebanho de aproximadamente 28,5 milhões de cabeças, a pecuária de Mato Grosso ganhará novos estímulos com a criação do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac). Entre os objetivos do Instituto estão pesquisas voltadas para a padronização de carcaças e à melhoria da qualidade da carne.

O projeto do Imac foi encaminhado para a Assembleia Legislativa de Mato grosso em 10 de dezembro e está entre os 11 projetos do Governo de Mato Grosso a serem apreciados pelos deputados estaduais.

A intenção com o Instituto Mato-grossense da Carne é elevar o padrão de qualidade do produto visando ampliar a participação da produção do gado de corte do estado no mercado. Hoje, Mato Grosso é responsável por cerca de 13% do volume de animais destinados ao abate do Brasil.

Leia mais:
Instituto da Carne e Lei das Microempresas em Mato Grosso estão entre projetos enviados para a Assembleia Legislativa

O Imac, conforme o Governo do Estado, será elaboradora pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) em parceria com os setor produtivos.

“Além de incrementar a bovinocultura de corte o trabalho a ser desenvolvido pelo Imac também fomentará a cadeia produtiva de grãos, agregando valor à matéria-prima e transformando proteína vegetal em proteína animal”, afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo.

O Imac é formatado no exemplo do Instituto Nacional de Carnes do Uruguai (INAC). A ideia de implantar em Mato Grosso partiu do governador Pedro Taques, após conhecer o projeto do Uruguai durante uma viagem a Montevidéu em outubro do ano passado.

O Instituto Mato-grossense terá um Sistema Eletrônico de Informação das Indústrias de Carne (SEIIC), que irá permitir um melhor controle da produção pelos frigoríficos e produtores, o que irá beneficiar o consumidor.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet