Olhar Agro & Negócios

Sábado, 06 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Plantas frigoríficas solicitam reativação de SIF em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

15 Jan 2016 - 16:00

Foto: José Medeiros/GCom-MT

Plantas frigoríficas solicitam reativação de SIF em Mato Grosso
Frigoríficos em Mato Grosso que haviam paralisado suas atividades estão solicitando a reativação do Sistema de Inspeção Federal (SIF) para retomar as atividades. Hoje, aproximadamente 14 plantas industriais de processamento de carne bovina estão inativas no estado, das quais nove pararam os trabalhos em 2015.

A informação é do superintendente do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em Mato Grosso, José Assis Guaresqui.

As plantas que solicitaram ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a reativação do SIF, segundo Guaresqui, são unidades que pararam suas atividades já algum tempo e não as que em 2015 paralisaram os trabalhos.

Leia mais:
Mato Grosso está entre os 15 estados a receberem recursos do Mapa até 2017

“Com SIF em 2015 nove plantas frigoríficas foram paralisadas em Mato Grosso. Logicamente que algumas dessas já estão manifestando interesse em retornar com suas atividades, contudo as plantas que estão retomando hoje são plantas que não foram fechadas o ano passado e sim em anos anteriores”, declarou Guaresqui ao Agro Olhar.

As plantas, conforme o superintendente do Mapa em Mato Grosso, estão localizadas em São José do Rio Claro e Rondonópolis. “Há plantas em outros municípios que estão solicitando. Além disso, temos unidades fabris com SISE (Serviço de Inspeção Sanitária Estadual), que já trabalhavam no mercado interno, que agora estão buscando SIF para fazer exportação, como é o caso de um frigorífico em Cáceres”.

Sanidade agropecuária

De acordo com Guaresqui, dos R$ 24 milhões que o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento destinará para a defesa agropecuária em 15 estados entre 2016 e 2017, Mato Grosso receberá uma fatia de 25% do recurso. “Isso demonstra a importância do nosso rebanho que significa próximo de 30% do rebanho nacional”.

Os R$ 24 milhões, como o Agro Olhar comentou recentemente, será destinado para as agências estaduais de defesa agropecuária por meio de convênios estabelecidos via Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa).

Além de Mato Grosso, receberão recursos para a defesa agropecuária os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Paraíba, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Bahia, Ceará, Goiás, Piauí, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet