Olhar Agro & Negócios

Quinta-feira, 29 de julho de 2021

Notícias / Indústria

queda de 12,1 pontos

Indústria em Mato Grosso está mais pessimista hoje do que em 2015

Da Redação - Viviane Petroli

19 Jan 2016 - 10:04

Foto: Assessoria Fiemt

Indústria em Mato Grosso está mais pessimista hoje do que em 2015
Os empresários da indústria em Mato Grosso estão mais pessimistas do que em 2015 quanto ao andar do segmento em 2016. O nível de confiança para os próximos seis meses é de 38,7 pontos contra 53 pontos verificados há um ano.

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) em Mato Grosso em janeiro segue abaixo da linha de 50 pontos. No primeiro mês de 2016 a confiança é de apenas 34,7%, uma queda de 12,1 pontos em comparação aos 46,8 pontos verificados em janeiro de 2015 e 2,6 pontos ante dezembro.

O ICEI varia de zero a 100 pontos. Quanto mais abaixo de 50 pontos maior é o "pessimismo" do setor.

Leia mais:
Taques prorroga por 90 dias mudança em arrecadação de ICMS no Simples Nacional

Considerando o porte das empresas industriais de Mato Grosso, verifica-se um recuo de 41,9 pontos para 35,3 pontos na variação de janeiro de 2015 para 2016 nas empresas de pequeno pontos. Já entre as médias e grandes empresas a confiança para janeiro de 2016 está em 34,5 pontos contra 48,9 pontos.

Ao se especificar por empresas, na Indústria da Construção o ICEI é de 31,2 pontos contra 52,9 pontos de janeiro do ano passado, enquanto para Indústrias Extrativas e de Transformação 36 pontos contra 46.

"Com relação aos últimos seis meses, os empresários consideraram que as condições da economia do país, do Estado e de suas empresas continuaram ruins - todos os indicadores mantiveram-se abaixo de 50 pontos. As expectativas dos industriais para os próximos seis meses continuam pessimistas. Os indicadores apresentaram recuo, permanecendo abaixo da linha divisória de 50 pontos”, declara trecho do boletim do ICEI.

No que diz respeito às condições atuais da economia brasileira, com relação aos últimos seis meses, a confiança é de apenas 18,6 pontos contra 26,9 pontos do ano passado. Quanto ao Estado 26 contra 29,5 pontos e em relação a empresa 30,4 pontos ante 39 pontos de janeiro de 2014.

Para os próximos seis meses a confiança na economia brasileira é de 29,4 pontos contra 41,8 pontos. Para o Estado 38,5 ponto, inferior aos 49,6 pontos de janeiro de 2014. Já para a empresa a confiança é de 43,6 pontos contra 59,8 pontos.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet