Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 05 de junho de 2020

Notícias / Pecuária

Sistemas de integração são destaques das Fazendas Gamada e Fortuna

Ascom Famato

04 Fev 2016 - 08:47

Localizadas no município de Nova Canãa do Norte, região norte de Mato Grosso, as fazendas Gamada e Fortuna estão entre as setes propriedades de pecuária de corte consideradas referências pelo Sistema Famato por meio do prêmio Sistema Famato em Campo. O curitibano Mário Wolf, proprietário das fazendas, trabalha com o ciclo completo (cria, recria e engorda) de animais das raças Nelore e Rubia Galega. Nesta quinta matéria da série especial sobre as propriedades que participaram do prêmio, vamos conhecer mais sobre essas fazendas.

Além da pecuária, as propriedades Fortuna e Gamada produzem soja, milho safrinha, milho para silagem e floresta. Hoje o faturamento é oriundo 50% da agricultura e 50% da pecuária, a floresta plantada ainda não foi explorada comercialmente.

As matrizes de gado Nelore (gado comercial) e os P.O da mesma raça são predominantes. A raça Rubia Galega foi introduzida nas propriedades em 2006."O mercado estava muito ruim para o gado comum, foi então que buscamos uma parceria com o grupo Pão de Açúcar e ingressamos num programa de carnes nobres fomentado pelo grupo, dessa forma começamos a fazer a Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF) nas novilhas Nelore com sêmen de Rubia Galega", conta Wolf.

Outro diferencial das propriedades de Wolf são os sistemas integrados. A fazenda Gamada é considerada pioneira no Estado na técnica Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). A propriedade também participa do projeto URTEs (Unidades de Referência Tecnológica e Econômica) do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) em parceria com a Embrapa Agrossilvipastoril, de Sinop-MT. Estas áreas são demonstrativas localizadas em propriedades rurais onde, atualmente, são conduzidos sistemas de produção de ILPF em que são realizados trabalhos de pesquisa e validação de tecnologia. A Fazenda Fortuna utiliza agricultura para renovação das pastagens e realiza a Integração Lavoura-Pecuária (ILP) na maioria das áreas.

Wolf acredita que a sustentabilidade praticada em suas propriedades fez a diferença nas seletivas do prêmio Sistema Famato em Campo."Nós procuramos ser mais rentáveis, aumentando a produtividade e preservando o meio em que vivemos sempre. Estamos sempre preocupados com a implantação de novas técnicas".

A valorização da mão de obra também é um ponto forte das propriedades."Todos os nossos funcionários são registrados, participam de capacitações e treinamentos, recebem bonificações, cestas básicas. Os funcionários com mais dois anos de casa recebem 14 salários. Acreditamos que os nossos trabalhadores são os responsáveis pelo sucesso da propriedade", destaca Wolf.

Sobre o Prêmio – O Prêmio Sistema Famato em Campo é uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e o Imea. Surgiu para identificar no Estado práticas diferenciadas da pecuária.

As sete propriedades de maior destaque apresentaram seus cases de sucesso durante o evento Rentabilidade no Meio Rural, realizado em dezembro de 2015 em Cuiabá, e foram premiadas com o troféu Sistema Famato em Campo, sendo reconhecidas como referência em produção no estado.

"Todas as fazendas que participaram desse prêmio são exemplos a serem seguidos. São modelos na prática da pecuária de forma sustentável e rentável. Nosso objetivo com esse prêmio foi mostrar esses bons exemplos e valorizar ainda mais a pecuária já que Mato Grosso possui o maior rebanho bovino do país", afirma o presidente do Sistema Famato/Senar, Rui Prado.

As duas que mais pontuaram, as fazendas Vale Verde, de Nova Bandeirantes, e Boqueirão, de Santo Antônio de Leverger, também foram premiadas com uma viagem para os Estados Unidos, onde irão participar de uma missão técnica com visitas ao Ministério da Agricultura americano e propriedades de corte e leite. Além disso, apresentarão seus cases na Universidade Estadual do Kansas durante o evento Cattlemens Day, em março de 2016.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet